NOSSAS REDES

ACRE

Moradores dizem que estudantes transformaram área de lazer do bairro Tangará em ponto de consumo de maconha

Contilnet, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

De manhã, à tarde e à noite, nos três turnos. Essa é frequência com que adolescentes se reúnem para consumir maconha na praça do Conjunto Tangará, em Rio Branco.

É o que denunciam moradores do entorno do lugar, que afirmam já ter comunicado o caso diversas vezes à polícia, mas que até agora, nenhuma ação foi tomada.

A praça está localizada à uma quadra da escola Lourival Sombra, de onde, segundo os moradores, vem a maioria dos estudantes que frequentam o espaço.

O diretor da escola, Josemir Raulino, disse que já recebeu informações de que estudantes de fato se concentram na praça, mas disse que não pode afirmar se eles estariam consumindo maconha.
“Eu não posso afirmar que tem aluno nosso lá usando droga porque eu nunca vi. Nós já detectamos problemas nessa ordem, mas não houve nenhuma comprovação.

Já comunicamos isso à polícia. Eles já sabem que os alunos ficam lá, não é novidade. Mas aqui dentro, posso garantir que isso não ocorre”, garantiu o educador.

Os moradores que encaminharam a denúncia dizem que a presença dos adolescentes, na maioria das vezes acompanhados por adultos, tem afugentado as famílias do espaço. Eles também afirmam que por várias vezes acionaram o 190, mas a situação não mudou.

Pelotão Escolar não atua nesses casos
O coordenador do Pelotão Escolar, unidade da Polícia Militar que atua nas escolas, tenente Carlos Nobre, disse que nesse caso específico a competência é das equipes de Rádio Patrulha, as RPs.

Ele esclareceu que o Pelotão Escolar atua de forma preventiva dentro das escolas, com palestras e acompanhamentos, mas que a ação ostensiva deve ser feita pelo 4º Batalhão, área a qual a região está subordinada.
“Se for um aluno fardado usando drogas, a gente aborda. Mas no caso que está sendo relatado, a população tem que acionar o 190”, orienta Nobre.

O oficial ainda sugeriu que a Associação de Moradores encaminhe um ofício ao comando do 4º Batalhão, cobrando rondas ostensivas na área.

A reportagem tentou sucessivos contatos com o comandante do 4º Batalhão, major Felipe Russo, mas o telefone informado estava desligado.

ACRE

Em Rio Branco, seca revela acúmulo de lixo e entulho dentro do Rio Acre; veja fotos

G1AC, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Garrafas, pneus, sapatos, plásticos, roupas, latas, máquina de lavar roupas e diversos outros entulhos são encontrados dentro do Rio Acre, em Rio Branco, no período de estiagem. Com a seca do manancial, o lixo descartado indevidamente nos igarapés acaba parando no rio e fica exposto às margens.

Com o nível do manancial abaixo de um 1,60 metro, muito lixo fica acumulado próximo das pilastras da Ponte Juscelino Kubitschek, conhecida como Ponte Metálica.

O cenário serviu de inspiração para uma série fotográfica do Juan Diaz. O ensaio “Salve o Rio Acre” foi feito nesta segunda-feira (19) e mostra o lixo, entulhos e toda sujeira despejada na principal fonte de abastecimento da capital acreana.

Ao G1, Diaz explicou que decidiu fazer as fotos após perceber que as pessoas comentavam muito sobre a seca do Rio Acre nas redes sociais. Porém, ele sentiu que ninguém, de fato, tinha a verdadeira dimensão das condições do manancial.

Com baixo nível, Rio Acre acumula lixo e entulhos que são descartados nos igarapés — Foto: Juan Diaz/Arquivo pessoal

“A princípio, fui fotografar para captar a situação real, mostrar o que está acontecendo mesmo. Mostrar para geral, principalmente a galera ligada nas redes e que está vendo a situação do Brasil. Fiquei bem satisfeito com o resultado, se espalhou bastante, muita gente compartilhou e se espantou também”, destacou.

O fotógrafo disse que foi um choque até mesmo para ele quando chegou às margens do manancial e se deparou com o cenário. Entre os objetos, Diaz encontrou uma garrafa de vidro diferente das demais garrafas.

“Desci e tinha pneu de carro, roda de moto, muita garrafa pet, plástico e não parava, onde encostava tinha lixo às margens do rio que vinha flutuando, máquina de lavar, sapato velho. Encontrei até uma garrafa, que acredito ser da fundação da cidade. Como ali na rua da Gameleira era a rua principal, deve ter milhares de coisas antigas no fundo do rio”, contou.

Continue lendo

ACRE

No Acre, quase 16 mil inscritos no Encceja realizam prova neste domingo (25)

Ac24horas, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Quase 16 mil acreanos estão inscritos para fazer a prova do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) neste domingo (25).

Desde 2017, o Encceja passou a ter a função de emitir o certificado de conclusão dos cursos de ensino fundamental e médio para brasileiros que não puderam concluir os estudos na idade correta. A prova deste ano contará com a participação de 2.973.375 pessoas, em todo o país.

No Acre, serão exatos 15.354 candidatos habilitados. Na capital foram contabilizados 11.964 mil inscritos, que irão fazer a prova em uma das 32 escolas de Rio Branco.

Os portões abrem às 6h e fecham as 6h45, com início das provas às 7h e término às 11h.

No período da tarde, os portões abrem às 12h30 e fecham 13h15, com início das provas às 13h30 e término às 18h30.

O participante deve levar um documento de identificação válido, como RG ou Carteira Nacional de Habilitação (CNH). O candidato deve olhar atentamente o cartão de confirmação do Encceja, onde estão as informações importantes como endereço, data, local, número de inscrição e horário das provas.

O Inep pede que os interessados acessem a Página do Participante, imprima o comprovante e verifique as rotas para chegar ao local com antecedência.

Continue lendo

Super Promoções

ACRE.COM.BR ©2017-2019 - Todos os direitos reservados. Diretora Geral: Fernanda da Silva Alfaia

WhatsApp Precisa de ajuda?