NOSSAS REDES

ACRE

MOTOCICLISTA QUE MORREU EM COLISÃO IA DEIXAR REMÉDIO PARA AMIGO, DIZ PARENTE

Redação do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

O motociclista Jorge Leite ia deixar um remédio para um amigo que mora em uma colônia, quando se envolveu no acidente. A informação foi repassada por um parente para a Rede Amazônica Acre neste sábado (18).

Leite foi um dos três mortos em dois acidentes de trânsito registrados nesta sexta-feira (17) na BR-364, em Rio Branco. O primeiro acidente ocorreu na rotatória entre a Avenida Chico Mendes e a BR-364.

A jovem Larissa Trindade, de 19 anos, morreu a caminho do Hospital de Urgência e Emergência (Huerb) após ser atropelada por um caminhão. Logo depois, dois homens morreram em um colisão entre duas motocicletas, no km 14 da BR-364, na região do Bairro Liberdade. Além de Leite, Wesly Braga Cavalcante também morreu no acidente.

“Minha irmã está em choque até agora, meu sobrinho que está viajando também, minha mãe que mora em Mâncio Lima está ruim. É uma dor e perda muito grande para a família, estamos tentando ser fortes”, lamentou o pedreiro Oséias Leite Alencar.

Alencar não soube informar ao certo onde a colônia que Jorge Leite ia, apenas que fica na estrada que dá acesso a Porto Velho (RO).

“Ia deixar um remédio para um colega, mas na viagem colidiu com outra moto e se despedaçou”, falou.

INVESTIGAÇÃO

A Polícia Rodoviária Federal do Acre (PRF-AC) informou que os dois motociclistas trafegavam em sentido contrário e um deles teria tentado uma ultrapassagem quando colidiu de frente com o outro condutor. Os dois morreram no local.

A PRF-AC informou ainda que as equipes ainda trabalham para saber as circunstâncias do acidente.

Jornal do Acre 2ª edição

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS VISUALIZADAS

WhatsApp chat