NOSSAS REDES

CRIME

Mulher que perdeu bebê após ser agredida por amante diz sofrer ameaças no interior do Acre

G1AC, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Após quase dois meses internada no hospital no Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb), a jovem Mônica Conceição, 21 anos, foi liberada pela equipe médica na semana passada. Ela voltou para Cruzeiro do Sul, interior do estado, onde mora com a família e foi vítima de uma tentativa de feminicídio no dia 30 de março.

Mônica teve que passar por cinco cirurgias, duas na cabeça, que foi atingida com dois golpes profundos de faca que afetaram a massa encefálica, uma no braço que fraturou com um golpe e outra na perna direta, que também teve fratura com cortes de facão. A mulher ainda teve dois dedos da mão decepados.

A jovem ficou vários dias na UTI e ainda teve infecção generalizada. Por conta das lesões, ela perdeu o filho que esperava há 4 meses. No dia 30 de abril, Mônica saiu da UTI e passou por mais um procedimento cirúrgico na perna.

Na última semana, ela foi liberada pelos médicos e retornou para a comunidade do Badejo do Meio, onde mora em Cruzeiro do Sul.

“Estou melhor, mas ainda estou preocupada porque sofremos ameaça toda hora. Ninguém dorme nem que preste. Mas, mesmo assim, estou mais tranquila porque fiquei com medo de não ver meus filhos de novo e agora já estou perto deles”, contou Mônica ao G1.

A vítima é casada com Anazildo da Silva, de 34 anos, mas foi vítima de um homem com o qual teria se relacionado durante um período de quatro meses, quando ficou grávida. O marido decidiu perdoar a mulher reatar o relacionamento.

Por não aceitar o fim do caso com a mulher, o amante decidiu tentar matá-la enquanto ela tomava banho. Um filho de Mônica, de 3 anos, e a mãe dela que tentou defendê-la, também foram feridos com golpes de facão.

“Fui ferida em três cantos e o menino também levou um golpe no pé, mas já está cicatrizado. Agora ainda estamos muito abalados. Todos da família estamos traumatizados, com medo das ameaças que estamos sofrendo”, conta Maria Sandra da Conceição, mãe da vítima.

O suspeito João Gomes da Silva, de 33 anos, foi preso quatro dias após o crime, no momento que tentava embarcar em um ônibus para Rio Branco. Ele assumiu que era pai da criança que estava para nascer, mas negou ter cometido as agressões contra a mulher, a mãe dela e a criança. Silva foi encaminhado para a penitenciária, onde continua aguardando uma decisão da justiça

ACRE

Traficante que enviava drogas do Acre para o Nordeste é preso em Rio Branco

Contilnet, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Cleomar César Felício Uchôa, vulgo cangaceiro, foi preso pela Polícia Civil na última terça-feira (20) no bairro Preventório, conhecido como Papoco, em Rio Branco. O traficante já era alvo de investigações da Polícia Federal, que suspeita que ele tinha negócios na fronteira e no estado de Rondônia e fornecia drogas para a região Nordeste.

Há suspeitas de que o homem lavava o dinheiro do tráfico com compra e venda de gado no Acre e nos estados vizinhos.

Continue lendo

Capixaba

EM CAPIXABA, MEMBROS DE FACÇÃO CRIMINOSA SÃO PRESOS PELA POLÍCIA CIVIL COM APOIO DA POLÍCIA MILITAR

Acrenoticias.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Por volta das 7h da manhã desta quarta-feira, denúncias anônimas chegaram ao Inspetor da Polícia Civil Franciberto Lima e indicavam que dois indivíduos da cidade de Rio Branco estavam comercializando drogas em uma casa no bairro Paraíso.

Ao chegar no local indicado, um dos indivíduos, I.C.M., vulgo Babu, menor de idade, tentou empreender fuga, mas foi contido pela Polícia. Outro indivíduo, Cleilton Amorim da Silva, vulgo Meteoro, se escondeu na cobertura da casa, mas também foi localizado pelos agentes.

Ao serem questionados, sobre onde estavam bolsas e roupas dos mesmos, já que não residiam aqui, um dos indivíduos indicou a casa onde estavam seus pertences. A Polícia se deslocou ao local e encontrou na casa de Agildo Mendes da Silva, uma bolsa com considerável quantia de entorpecentes e encaminhou o mesmo à Delegacia, já que a droga estava em sua propriedade. Ele porém, alega não saber de nada.

Além disso, na ocasião, a Polícia prendeu Juscelino Souza de Macedo, que chegou no local da diligência dirigindo embriagado e em posse de entorpecentes.

“Vamos continuar empreendendo nossos esforços para coibir a comercialização de drogas em Capixaba. Esse é o nosso compromisso com os cidadãos de bem do nosso município. Aproveito e agradeço a parceria do Comandante Dário, da Polícia Militar, que também tem se desdobrado para garantirmos a ordem em Capixaba”, finalizou o inspetor Franciberto Lima

EQUIPEI9CAPIXABA

Continue lendo

Super Promoções

ACRE.COM.BR ©2017-2019 - Todos os direitos reservados. Diretora Geral: Fernanda da Silva Alfaia

WhatsApp Precisa de ajuda?