NOSSAS REDES

ACRE

Nasceu de Novo: No Acre idoso passou 110 dias internado com Covid-19, recebe alta e comemora!

Redação do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Sabino Brotto, de 68 anos, entrou no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (Into-AC) em junho e saiu no dia 14 de outubro.

 

Sabino Brotto saiu do hospital no último dia 14 — Foto: Arquivo pessoal

Em casa há cinco dias, o idoso Sabino Brotto, de 68 anos, conta com alegria sobre a alta depois de ter lutado 110 dias contra a Covid-19. Ele foi internado no dia 26 de junho no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (Into-AC), em Rio Branco, e ficou até o dia 12 de outubro na UTI.

Somente na última quarta-feira (14), ele conseguiu receber alta com muita festa e comemoração dos servidores do hospital. Emocionado, ele diz que a alta foi um renascimento. Mesmo ainda sofrendo com algumas sequelas da doença, como não andar, por exemplo, ele comemora a volta pra casa.

“Pra mim foi um prêmio da loteria. Nasci de novo, porque o que passei só Deus mesmo. Foi horrível, tive duas paradas cardíacas, mas consegui voltar. Só lembro até o dia que entrei naquele hospital, depois disso não lembro mais de nada, só do que falam”, conta.

Brotto diz que ainda se sente fraco e não consegue andar. Além disso, vez ou outra sente um desconforto, mas continua sendo acompanhado de perto pelos médicos da unidade e acredita que logo deve melhorar.

“Fiquei com sequelas, foi grave mesmo. Meu corpo está coberto de feridas, acho que de tanto ficar deitado, mas vai melhorar”, diz.

Patrícia Broto diz que foi uma alegria ao saber que o pai voltaria para casa depois de tantos dias. Ele mora em uma colônia, mas precisou ficar na casa da filha até que esteja 100%.

“Foram mais de três meses sem meu pai. Foi muita alegria poder vê-lo voltando pra casa e ver que ele conseguiu se curar dessa doença. Ficaram sequelas, mas só de ter ele aqui já é uma vitória”, comemora.

No dia da alta, eles contam que toda a equipe médica fez questão de comemorar a saída dele e ficaram muitos felizes. “Foi muita felicidade e que não me contive, chorei que nem criança”, finaliza. Por Tácita Muniz, G1 AC

Comentários

Comente aqui

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS VISUALIZADAS

WhatsApp chat