NOSSAS REDES

ACRE

No 5º dia de greve, servidores coletam assinaturas contra privatização dos Correios no Acre

Ac24horas, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

A greve dos Correios chega ao 5º dia nesta sexta-feira (13) e os servidores fazem caminhada pelos bairros de Rio Branco e no interior do estado coletando assinaturas contra a privatização da empresa.

A categoria reivindica melhorias salariais, manutenção do acordo coletivo e não à privatização da empresa. A greve por tempo indeterminado foi deflagrada na quarta-feira (11).

O ato faz parte da campanha nacional “Todos Pelos Correios”, que pretende reunir 1 milhão de assinaturas em todo o país contra o processo. No Acre, a campanha foi iniciada no mês passado.

A presidente do Sindicato dos Correios e Telégrafos do Acre (Sintect-AC), Suzy Cristiny, informou que 50% dos carteiros e funcionários estão com as atividades paralisadas em Rio Branco. Já nas cidades de Feijó e Tarauacá, no interior do estado, os serviços estão 100% paralisados.

Ao G1, os Correios informaram que a situação é mais crítica nas cidades de Feijó e Tarauacá, mas que as agências estão abertas com número reduzido de empregados. Em Rio Branco, os funcionários do setor administrativo estão auxiliando na triagem de objetos para que o impacto nas correspondências e encomendas seja o mínimo possível.

O Tribunal Superior do Trabalho (TST) propôs, na última quinta (12), a suspensão da greve até o dia 2 de outubro. Uma assembleia dos servidores para votar a proposta deve ocorrer na terça-feira (17). Até lá, a greve está mantida, segundo o sindicato da categoria.

“A suspensão vai ser avaliada em assembleia amanhã em todo país. A gente lamenta que os Correios, em vez de avaliar, tenha submetido ao TST a responsabilidade que é da empresa. Nesta segunda [16] aqui em Rio Branco, estamos trabalhando na coleta de assinaturas”, disse a sindicalista.

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS VISUALIZADAS

WhatsApp chat