NOSSAS REDES

ACRE

Operação cumpre 37 ordens judiciais e prende 13 pessoas ligadas ao crime organizado

PUBLICADO

em

Na manhã desta quinta-feira, 21, uma força tarefa, composta pelas Polícias Federal, Civil e Militar deflagrou a “OPERAÇÃO MALEFICENT”, em continuidade às ações operacionais direcionadas contra organizações criminosas atuantes no narcotráfico e crimes violentos, que operam dentro e fora do sistema prisional do Estado do Acre.

A ação é decorrente de uma investigação que teve início ainda em 2020, oportunidade em que policiais federais prenderam em flagrante por tráfico interestadual de drogas um indivíduo no Aeroporto de Rio Branco, no momento em que ele iria embarcar num voo com destino a João Pessoa-PB, levando consigo cerca de 4 kg de cocaína.

Policiais da Força Tarefa deram continuidade às investigações decorrentes dessa prisão e descobriram que o indivíduo preso no aeroporto pertence a uma organização criminosa com forte atuação no estado do Acre.

Diligências

A operação desta quinta-feira, que contou com mais de 60 policiais das forças de segurança, cumpriu 37 ordens judiciais expedidas pela Vara de Delitos de Organizações Criminosas de Rio Branco, sendo 12 de busca e apreensão domiciliar e 25 de prisão preventiva. Até o momento, 13 pessoas foram presas, e esse número pode aumentar, tendo em vista que ainda existem policiais em campo.

Na delegacia, a maioria dos presos confessaram que fazem parte de uma organização criminosa que atua no Acre, sendo que muitos deles já respondem na justiça pelo crime de tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo.

Os mandados da operação de hoje foram cumpridos nos municípios de Rio Branco, Porto Acre, Feijó e Sena Madureira, e uma pessoa foi presa em Rondonópolis-RO. A operação foi batizada de MALEFICENT (Malévolo), vulgo com o qual o principal investigado era conhecido na organização criminosa.

Com informações da assessoria da PC do Acre.

Área do Leitor

Receba as publicações diárias por e-mail

REDES SOCIAIS

MAIS LIDAS