NOSSAS REDES

ACRE

Pastor é o único evangélico a participar da Via Sacra no AC: ‘Jesus não deixou religião’

G1AC, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Católicos lotam as igrejas, nesta Sexta-Feira Santa (19) para relembrar o sofrimento de Jesus durante sua crucificação. A celebração é tradicional entre os católicos, mas Ernandes da Silva, que é pastor na igreja Pentecostal Deus de Aliança fez questão de participar da celebração.

Não apenas participar, como também ser um dos atores da encenação da Paixão de Cristo, encenada nesta sexta-feira, em frente ao Palácio Rio Branco, na capital acreana. Para ele, não há disputa entre religiões e diz que se sente grato em poder estar no evento.

“A gente que prega a palavra de Deus, que foca na palavra de Deus, sem focar em religião, não tem dificuldade, porque a Paixão de Cristo é uma encenação da morte e ressurreição de Jesus Cristo. Quando ele morreu na Cruz, morreu por todos. Não deixou religião, não deixou placa de igreja, então não é uma placa, não é uma religião que vai salvar e sim aquele que confessa que Jesus é senhor e salvador da sua vida”, conta.
No espetáculo, ele incorpora um dos soldados que ajudou a crucificar Jesus. Ele acredita que essa é uma das cenas mais fortes da celebração. “Aqui faço o papel de um soldado romano, que, na minha concepção, é uma das cenas mais fortes, que é quando Jesus entrega sua vida por nós, para que pudéssemos sermos salvos. E isso é algo fantástico”, finaliza.

Paixão de Cristo
Em Rio Branco, mais de 3 mil fiéis participaram da celebração da Paixão de Cristo nesta sexta-feira (19). Foram 5 km percorridos e 15 paradas para orações até que o grupo chegasse ao Palácio Rio Branco, onde houve a encenação da crucificação de Jesus.

Paixão de Cristo foi encenada na frente do Palácio Rio Branco

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!
WhatsApp chat