NOSSAS REDES

ACRE

Polícia captura 11º foragido após fuga em massa de presídio no AC; 15 seguem livres

G1AC, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Wellington de Souza Lima foi recapturado na sexta-feira (7) no bairro Airton Senna, em Rio Branco — Foto: Divulgação/Iapen

Wellington de Souza Lima foi capturado pela Polícia Militar do Acre na sexta-feira (7) no bairro Airton Senna, em Rio Branco.

Foto de capa: Wellington de Souza Lima foi recapturado na sexta-feira (7) no bairro Airton Senna, em Rio Branco — Foto: Divulgação/Iapen. 

Sobe para 11 o número de presos capturados após fuga em massa no Complexo Penitenciário de Rio Branco, no último dia 20. Wellington de Souza Lima foi localizado nesta sexta-feira (7), no bairro Airton Senna, em Rio Branco.

A polícia fazia patrulhamento de rotina no local, que é conhecido como ponto de comercialização de drogas, quando se aproximou de Lima para fazer abordagem. Ele ainda tentou fugir, mas os militares conseguiram pegá-lo.

Lima chegou a dar um nome falso, mas, após verificar as imagens da lista de foragidos, os policiais identificaram que se tratava de um dos detentos da fuga em massa. Com ele, a equipe encontrou ainda três envelopes com pasta base de cocaína e outras 39 trouxinhas da mesma droga.

O preso e a droga apreendida foram levados à Delegacia de Flagrantes (Defla) para os procedimentos cabíveis.

Além dele, outros dez detentos já haviam sido capturados e levados de volta para o presídio. Quinze dos 26 presos seguem foragidos.

Fuga em massa

Os detentos fugiram do pavilhão L, onde cumpriam pena em regime fechado. A fuga ocorreu após um fim de semana violento com sete execuções na capital. Um vídeo mostra o momento exato em que os 26 presos escalaram o muro e deixaram a unidade.

Para escapar do presídio no último dia 20, eles fizeram um buraco na parede da cela e improvisaram cordas com lençóis. Os presos são da facção criminosa denominada Bonde dos 13, aliada ao Primeiro Comando da Capital (PCC), que atua em vários estados brasileiros.

Logo após a fuga, o secretário de Segurança Pública em exercício, Ricardo dos Santos, não descartou uma possível ligação entre a fuga em massa no FOC e o caso dos 76 detentos que fugiram de um presídio no Paraguai, no último dia 19 de janeiro.

O Ministério Público do Acre (MP-AC) instaurou um procedimento administrativo para investigar as fugas no FOC. O promotor Tales Tranin acompanha as investigações das polícias Civil, Militar e do Iapen-AC para saber se houve facilitação de algum servidor público nas fugas.

G1 teve acesso a um levantamento da sentença dos 26 presos que fugiram do FOC. Somadas, as penas dos detentos ultrapassa mil anos. Entre os crimes praticados estão: roubo, furto, homicídio, corrupção de menores, latrocínio, tráfico de drogas, tentativa de homicídio, entre outros.

Atualização de nomes

No último dia 25, o Iapen-AC divulgou uma nota atualizando a lista de foragidos. Leia a nota:

No dia da fuga, uma lista foi divulgada por meio de aplicativo de rede social, onde constava o nome dos detentos foragidos, bem como o primeiro preso encontrado, tendo em vista que este foi recapturado ainda durante o momento da fuga.

Ocorre que na lista constava o nome do reeducando Anderson de Souza Alves, que havia sido transferido do pavilhão L para o pavilhão A e que, por isso, não foi encontrado no momento da contagem. Verificada a situação, a lista foi atualizada pela equipe de segurança e o nome do reeducando Ezimar Menezes Teixeira foi inserido à lista no lugar de Anderson de Souza Alves, que permanece preso dentro do FOC.

Advertisement
Comentários

Comente aqui

ACRE

VÍDEO: Médico afirma que existem mais de 500 casos ‘clandestinos’ de Coronavírus no Acre

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

O médico Andreas Stocker defende a continuidade do isolamento social no Acre, diz que é a única chance de sobrevivência. “Por favor confie em nós, se vocês não ficarem em casa nos próximos sete dias, vamos perder!”, alerta. 

Veja a entrevista do médico Andreas Stocker, diretor do Laboratório Charles Mérieux, ao repórter Senildo Melo, da TV Gazeta. O laboratório realiza os testes de coronavírus no Acre, mas já não tem mais reagentes.

Graduado em medicina pela Universidade de Hamburgo e biologista responsável por pesquisas e projetos de diagnóstico molecular de vírus humanos como os da família corona, o médico faz apelos dramáticos ao povo acreano.

Veja o vídeo:

 

Número de pessoas com coronavírus no Acre pode ser mil por cento a mais do que os 25 confirmados, diz diretor de laboratório.

A falta de testes para coleta de exame do coronavírus pode está proporcionando um falso número da quantidade de pessoas infectadas no Acre.

Quem diz isso é o diretor do laboratório Charles Mérieux, localizado na Fundação Hospitalar e responsável por realizar os exames. Segundo Andreas Stocker, o número pode chegar a 500 pessoas. “Como não há mais testes, as pessoas podem achar que estão seguras. Pode ser que cerca de 500 pessoas, no mínimo, estejam infectadas sem saber”, disse.

O problema é que acabaram os reagentes usados pelo laboratório. Nós tínhamos 400 testes quando começamos. Nos últimos três dias acabaram os nossos reagentes. Estamos usando o pouco que temos apenas para os casos de emergência. Por isso os números não aumentam, mas os números estão aumentando. No momento estamos cegos porque não temos os reagentes”, afirma Stocker.

O diretor do laboratório afirma que aguarda a chegada de mais 600 reagentes que vão vir no Ministério da Saúde e de uma empresa da Bahia. Stocker faz um alerta. “Por favor, não comecem a sentir seguros. O vírus está aqui e está se espalhando. Em uma ou duas semanas vamos ver os casos de coronavírus explodir e estaremos perdidos, já que muita gente vai precisar da UTI e da UPA e nós não temos capacidade de atender tanta gente. Por isso, é tão importante o isolamento social”, afirma.

Mais dois casos são confirmados e número de infectados com coronavírus no Acre chega a 25

Oficialmente, o número de pessoas com o novo coronavírus no Acre subiu para 25. Segundo o boletim divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde na tarde desta sexta-feira, 27, uma aposentada de 77 anos e um assessor parlamentar de 33 deram positivo no exame.

A forma como a mulher de 77 anos contraiu a Covid-19 está em investigação, no que os especialistas chamam de análise de vínculo epidemiológico. Já o homem de 33 anos contraiu a doença durante uma reunião com pessoas que estavam positivas para coronavírus.

Já os casos em espera de resultados só aumentam, chegando a 95, sendo a esmagadora maioria em Rio Branco. Vale ressaltar que até agora não há nenhum caso confirmado no interior.  Com informações de Ac24horas.

Continue lendo

ACRE

#FiqueBemFiqueEmCasa: Claro, Oi, TIM e Vivo se unem em campanha inédita

Assessoria, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Movimento apresenta as iniciativas em comum das empresas para que as pessoas possam ficar em casa

Claro, Oi, TIM e Vivo se unem em um movimento para ajudar os brasileiros que estão em casa durante o isolamento social por conta da pandemia do Covid-19. Com a hashtag #FiqueBemFiqueEmCasa, a campanha apresentará as iniciativas em comum das empresas para ajudar as pessoas a se conectarem e atravessarem o período da melhor forma.

A ideia é destacar como a conexão é fundamental para garantir que as pessoas possam se manter próximas a tudo e todos que importam e mostrar que as empresas estão trabalhando em conjunto para garantir este acesso. A campanha, criada pela Africa, em parceria com as agências Havas+, NBS e Talent, contempla diversas peças, que serão veiculadas nas TV aberta e fechada, nos canais digitais das operadoras, web e em mídia externa em todo o país.

Iniciativas

As empresas adotaram diversas iniciativas nesse momento para trazer o máximo de informação e possibilidades de entretimento às famílias, como a liberação de conteúdo de TV e internet, bônus de internet no celular e navegação gratuita no app Coronavírus SUS. O objetivo neste momento é garantir plena conectividade para ajudar toda a população nos compromissos de trabalho e estudo, nas interações à distância. Tudo isso com tecnologia de ponta e uma rede confiável.

Continue lendo

+30 mil seguidores

TOP MAIS LIDAS

Grupos de notícias