NOSSAS REDES

AMAZÔNIA

Rio Acre marca 2,38m e Defesa Civil alerta para falta de chuva na capital

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

A Coordenadoria Municipal de Defesa Civil de Rio Branco alerta para a intensificação da estiagem neste verão amazônico. De acordo com o tenente-coronel George Santos, Chefe da Defesa Civil da capital, não chove em Rio Branco desde o dia 4 de junho e a projeção é de seca para as próximas semanas. “Estamos há 38 dias sem chuvas na região e não há previsão de chuva até o próximo dia 23 de julho”, informou George Santos.  
.
Um importante problema do período é o desabastecimento de água potável. O Rio Acre, o principal manancial abastecedouro de Rio Branco, marcou na manhã desta quinta-feira, 12, seu 3º menor nível para a data desde 2005: 2.24 metros.  Nesse contexto, a Defesa Civil alerta para o uso racional da água.
.
.
Além disso, a baixa umidade pode causar problemas de saúde e induzir outros danos: pele, olhos, nariz e gargantas secos, indisposição e incêndios: algumas manifestações típicas de baixos índices referentes à umidade relativa do ar.
.
De acordo com George Santos, a redução   da umidade relativa do ar é decorrente da friagem que atinge o Acre nos últimos dias. A queda gera stress no solo e na vegetação, fenômeno que facilita a propagação do fogo durante as queimadas urbanas. Essas queimadas vem ocorrendo em menor quantidade neste princípio de verão amazônico quando se compara ao mesmo período de 2017, segundo a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semeia) mas o combate a elas é intensificado à medida que a estiagem avança. Por Assessoria. Fotos: Marcos Vicentti.

Comentários

Comente aqui

ACRE

Desmatamento no Acre aumentou de 300% em um ano, aponta Imazon

Juruá em Tempo, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Segundo estudo divulgado pelo Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon), o desmatamento no Acre aumentou 300%, entre junho de 2018 e junho deste ano. O levantamento também avaliou a situação de outros estados, como Amazonas, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima, Tocantins e Amapá.
O levantamento, realizado pelo Sistema de Alerta de Desmatamento (SAD), integra o Boletim do Desmatamento da Amazônia Legal. De acordo com a pesquisa, em junho do ano passado o Acre desmatou 10 km² e esse número subiu para 40 km², em um ano.

O aponta ainda os dados de florestas degradadas na Amazônia Legal, que teve um aumento de 23%, no período de um ano. O SAD mostra que foram detectados 801 km² de desmatamento em junho de 2019 na Amazônia Legal.

O Acre foi o único estado da Amazônia Legal que apresentou aumento na quantidade de quilômetros desmatados. Enquanto, Amazônia, Amapá, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins apresentaram redução ou nenhuma alteração nos índices anteriores.

Continue lendo

AMAZÔNIA

PM e Imac apreendem mais de 20 metros cúbicos de madeira retirada de forma ilegal no interior

G1AC, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Em duas ações na semana passada, técnicos do Instituto de Meio Ambiente (Imac), na BR-364, apreenderam 23 metros cúbicos de madeira retirada de forma ilegal em cidades do Juruá, no interior do Acre.

Em Cruzeiro do Sul, durante uma fiscalização de rotina, na última sexta-feira (28), os agentes ambientais, com o apoio da PM, interceptaram um caminhão que transportava 7 m³ de madeira na BR-364.

O carro foi levado para a delegacia e o motorista foi liberado depois que prestou depoimento. O dono da madeira teve que assinar um termo de ajustamento de conduta (TAC) para ser liberado.

Na tarde de sábado (29), os fiscais do Imac e policiais militares foram acionados, por meio de uma denúncia anônima, para investigar a retirada ilegal de madeira em Mâncio Lima. Em uma propriedade do Ramal 20, onde foram apreendidos 15 m³ de madeira.

De acordo com o gerente do Imac na região, Levi Menezes, os responsáveis pela retirada da madeira foram conduzidos para Cruzeiro do Sul e também tiveram que assinar um TAC.

“Iniciamos um processo administrativo para apuração e responsabilização desses autores e, após a conclusão do procedimento, nós podemos dispor essa madeira apreendida para órgãos governamentais e pessoas jurídicas sem fins lucrativos”, disse o gerente do Imac.

Continue lendo

Super Promoções

ACRE.COM.BR ©2017-2019 - Todos os direitos reservados. Diretora Geral: Fernanda da Silva Alfaia

WhatsApp OLÁ INTERNAUTA! : )