NOSSAS REDES

ACRE

Sebrae, instituições e iniciativa privada firmam parceria para fortalecer bioeconomia no Acre

PUBLICADO

em

Na última quinta-feira (22), o Sebrae no Acre recebeu a startup francesa Canopée para tratar sobre investimentos e parcerias a projetos da bioeconomia e sustentabilidade que serão executados na região, com ações integradas da iniciativa pública e privada que gerem mais conhecimentos, riquezas, empregos e renda para empreendedores urbanos e rurais.

Na oportunidade, os representantes assinaram um protocolo de intenções de parcerias institucionais e empresariais da bioeconomia e sustentabilidade, firmando o compromisso entre o Sebrae, a Startup Canopée, o Governo do Estado do Acre, por meio da Fundação de Tecnologia do Estado do Acre (FUNTAC) e do Instituto de Mudanças Climáticas (IMC), além das instituições: SOS Amazônia, Conselho Regional de Farmácia do Acre (CRF/AC), Federação das Indústrias do Estado do Acre (FIEAC), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI/AC), Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR/AC), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e Universidade Federal do Acre (UFAC).

Durante a agenda semanal, os participantes frisaram a prioridade da valorização de pessoas, utilizando o potencial da biodiversidade acreana, sendo consensuado que é chegada a hora de potencializar as ações que melhorem, de fato, a qualidade de vida as pessoas que estão neste setor produtivo da bioeconomia, aliando o caráter empresarial e empreendedor, aliado a preservação ambiental.

De acordo com o CEO da Canopée, Jean-Pierre Cantaux, o Acre foi escolhido para o desenvolvimento dos projetos socioambientais, por ser um estado bem estruturado. “Um dos principais eixos do nosso projeto é a parte humana, colocar o ser humano no centro das preocupações, pessoas que vivem no meio de uma riqueza tão grande, tem que ser beneficiadas com essa riqueza. Nossa proposta é reequilibrar um pouco isso, agregar valor ao local”, declarou.

O projeto piloto será executado inicialmente nas cidades de Sena Madureira e Xapuri, onde serão trabalhadas as potencialidades da bioeconomia, aliadas a indústria, comércio, serviços e o agronegócio, em harmonia. “O Sebrae viu a oportunidade de levar modelos de negócios que realmente possam aproveitar esse potencial da biodiversidade e gerar negócios de ponta a ponta, por meio da inovação, tecnologia, sustentabilidade e empreendedorismo e que, principalmente, levem qualidade de vida para as pessoas, respeitando a legislação ambiental potencializando as riquezas dentro do estado”, destacou o diretor de Administração e Finanças do Sebrae no Acre, Francinei Santos.

Com a parceria firmada, a startup Canopée deve executar projetos socioambientais nos seguintes eixos: incentivo à produção agroflorestal; biomassa na produção de energia; ações com foco na bioeconomia, principalmente de mercado. “A gente pretende, de fato, entender quais as necessidades da comunidade e então proporcionar benefícios, pensar na cadeia de produção. Não faltam iniciativas e ideias, com esses atores que temos buscado, conseguiremos uma construção valiosa”, pontuou Mirella Vargas, diretora da Canopée.

Área do Leitor

Receba as publicações diárias por e-mail

REDES SOCIAIS

MAIS LIDAS