NOSSAS REDES

Saúde Pública

Sob nova direção Maternidade de Tarauacá implementa teste da orelhinha

Radialista José Gomes - Da Amazônia para o Mundo.

PUBLICADO

em

Na última terça-feira (28) a Maternidade de Tarauacá, Ethel Muriel Geddis, iniciou o ‘Teste da Orelhinha’. Antes, o teste que é garantido por lei a todo recém-nascido não erá ofertado pela instituição. Atualmente a maternidade está sob nova direção. A conquista de oferta do serviço veio através da nova Gerente Geral, Laura Elisa.

‘O Teste da Orelhinha, ou “exame de emissões otoacústicas evocadas”, é o método mais moderno para constatar problemas auditivos nos recém-nascidos.’, disse Laura.

Laura acrescenta que geralmente os exames são realizados no segundo ou terceiro dia de vida do bebê, mas o exame pôde ser realizado em crianças de até 1 ano. O teste identifica problemas auditivos em recém-nascido.  ” Triagem Auditiva Neonatal, é assegurado por lei e todos os bebês devem fazer para saber se está tudo bem com a audição”, acrescentou.

Atualmente a Maternidade além do teste da orelhinha, desde o mês de janeiro em parceria com o Cartório está emitindo a certidão de nascimento. Para que a criança saia da maternidade com sua certidão é necessário que os pacientes estejam munidos dos documentos pessoais como RG e CPF caso não sejam casados; se forem casados, além do RG e CPF devem apresentar a certidão de casamento. ‘Com esses procedimentos a criança já sai da maternidade registrada com direito ao cartão do Sus e CPF’, finalizou.

Como funciona

O exame é indolor e é feito enquanto o bebê está dormindo. O fonoaudiólogo coloca um aparelho de Emissões Otoacústicas Evocadas, que produz estímulos sonoros leves e mede o retorno desses estímulos de estruturas do ouvido interno. Há diferentes graus de deficiência auditiva e são raros os casos em que não há tratamento. 

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS VISUALIZADAS

WhatsApp chat