NOSSAS REDES

BRASIL

Suzano: Cozinheira que salvou 60 alunos é pastora da Assembléia de Deus

Redação do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Silmara Moraes, de 49 anos, ganhou homenagens nas redes sociais após salvar 60 crianças no massacre da Escola Estadual Professor Raul Brasil, em Suzano. Conhecida como a “tia da merenda” entre os alunos, Silmara também é pastora da Igreja Assembleia de Deus. Depois da chacina ela ganhou mais um título, o de “Silmara Maravilha”.

No momento do ataque, ela empurrou o freezer até a entrada do refeitório. Depois, fez uma barricada com uma das mesas, com a ajuda das colegas, Sandra e Lisete.

– Ainda não caiu a ficha. Eu não vejo por esse lado, como uma heroína. Eu vejo assim, como um coração de amor. Eu faria isso em qualquer lugar que estivesse. Acho que seria essa a minha reação, pelo amor que tenho àquele lugar – afirmou Silmara ao Estadão.

Ela mora em Guaianases, no distrito do extremo leste da cidade de São Paulo, e tem um casamento de 27 anos com um pastor da mesma denominação. Na Assembleia, atuou como voluntária durante 30 anos no departamento infantil, onde foi professora da escola dominical.

– Até hoje me chamam de Tia Sil. Tenho alunos que já estão casados e que cheguei a dar aula para os filhos – relata.
Silmara também foi regente do ministério de louvor e atuou na Obra de Amor, no qual ajudava a arrecadar itens para o enxoval de mães carentes.

Além do trabalho como evangelista, ela diz que fica feliz com o carinho expressado pelo alunos.

📌Pleno News

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!
WhatsApp chat