NOSSAS REDES

CULTURA

Vídeo: Cacique da aldeia 27 dá entrevista, e critica omissão de Prefeitura e vereadores de Tarauacá

Avatar

PUBLICADO

em

O Blogueiro Sales Mateus, foi até a Aldeia 27, e entrevistou o Cacique Assis Kaxinawa. O cacique, falou sobre vários assuntos, entre os quais, o 2º KATXANAWA, festival da Aldeia Pinuya, que ocorrerá entre 01 e 06 de agosto de 2018.

O Cacique explicou os preparativos para a realização da 2ª edição do festival, que recebe visitantes nacionais e estrangeiros. Explicou a importância do festival para o fortalecimento da cultura indígena. Falou sobre o impacto negativo do descobrimento do Brasil.

Explicou que todas as terras indígenas do Brasil e do Acre, são convidadas. Há previsão para 45 festivais indígenas, organizados pelos demais povos indígenas, em todo Acre.

O Cacique disse que leva 1 ano para organizar o festival; falou da importância da plantação, dos legumes, da banana, da caça-pesca, caiçuma, e da colheita em geral.

Para participar do festival, o preço é de R$1.500,00 (hum mil e quinhentos reais), cujo recurso é destinado para a realização do festival e custear a logística e infra-estrutura da aldeia. O “recurso é para fortalecer a comunidade” – disse o cacique.

A impressa deve ser credenciada pela entidade da comunidade, pela OAKATI 27 – Organizacao dos Agricultores Kuni Kuin da Terra Indígena Colônia 27, e Federação Kuni Kuin do Estado do Acre.

O Cacique Assis Kaxinawa explicou que haverá um controle de pessoas e atividades. Haverá pintura corporal, recepção de visitantes, e outras atividades para cada dia do festival.

O líder indígena criticou a omissão do Poder Público e falta de apoio aos festivais indígenas. “(…) Quanto ao estado, quanto ao município, é muito pouco o apoio (…), apesar de estarmos apenas 5 km de distância da Prefeitura de Tarauacá, dessa nova gestão, (…), nós não temos apoio (…)“.

Se o nosso governante investisse mais, a gente faria uma festa mais bonita” – disse, em voz serena, o líder e organizador do festival.

Nossa relação com a secretária de cultura de Tarauacá, é muito boa, (…), mas não tem um projeto para os festivais das terras indígenas da região (…), ela tem vontade de ajudar, mas falta ainda nossos governantes, vereadores, fazerem projeto para investir mais em apoio dos festivais da cultura do povo indígena da região” (12:50) – reclamou o cacique.

Assista a entrevista:

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS VISUALIZADAS

WhatsApp chat