NOSSAS REDES

ACRE

Abertura de novas UTIs não supre demanda e Acre tem apenas 5 leitos para Covid-19

Ac24horas, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Apesar de todo o esforço do governador Gladson Cameli (Progressistas) em garantir a abertura de novos leitos de Unidades de Tratamento Intensivo (UTI) no Acre, a situação ainda é preocupante. Do dia 01 de janeiro até esta quarta-feira, 24, Cameli reforçou o quantitativo de leitos de UTI, com 46 novos leitos, reforçando os 60 já disponíveis, totalizando 106 leitos de UTI.

No entanto, o boletim da Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre) de hoje, mostra que a situação é caótica. Dos 106 leitos, apenas cinco estão disponíveis em todo o Acre. Destes 5, dois são do Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia no Acre (Into), dois no Pronto Socorro de Rio Branco (Huerb) e apenas um no Hospital de Campanha do Juruá.

Dos 50 leitos de UTI destinados à Covid-19 no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia no Acre (Into), unidade referência para atendimentos, 48 estão ocupados. No Into, outro dado alarmante é em relação aos leitos clínicos, dos 100 disponíveis, 96 estão ocupados.

No Pronto Socorro, dos 30 leitos de UTIs, 28 estão ocupados e ainda tem dois internados em leitos clínicos.

Já na região do Juruá, que engloba Cruzeiro do Sul, Tarauacá e Marechal Thaumaturgo, dos 26 leitos de UTI existentes, 25 estão ocupados, registrando 96,2% de ocupação. Os leitos clínicos somam 104 e 77 estão ocupados, registrando 74,9% de ocupação.

Segundo dados do boletim da Secretaria Estadual de Saúde, a soma dos pacientes internados em leitos de clínicas no Hospital de Campanha do Juruá, Into e o Pronto Socorro, são de 165 pacientes internados, para apenas cinco leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI).

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!
WhatsApp chat