NOSSAS REDES

ACRE

Acre, Roraima e Tocantins tem menor índice de feridos por fogos de artifício

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

BA, SP e MG lideram ranking de feridos por fogos de artifício.

No estado nordestino, entre 22 e 25 de junho deste ano, foram 75 vítimas de queimaduras.

O administrador de redes de informática, Fábio Magalhães, 35 anos, já se queimou, pelo menos, oito vezes no São João. Os acidentes ocorreram durante a tradicional guerra de espadas em Cruz das Almas, na Bahia.

No festejo, diferentes grupos entram em disputa e disparam canudos cheios de pólvora pelas ruas da cidade. Mesmo após as queimaduras, Fábio não abandona a tradição. 

Guerra de espadas, em Barra do São Francisco, na Bahia; estado lidera ranking de feridos – Andre Muzell- 31.mai.2017/AGENCIARAW

O costume de soltar fogos de artifício sem o devido cuidado já levou mais de 5.063 mil pessoas a serem hospitalizadas entre 2008 e 2017,  no Brasil.  E são justamente os festejos juninos (que em algumas cidades se estendem até julho) que fazem dobrar as internações por acidentes desse tipo. 

Os números acima são do levantamento elaborado pelo CFM (Conselho Federal de Medicina), em parceria com as Sociedades Brasileiras de Cirurgia da Mão e de Ortopedia e Traumatologia. 

É a primeira vez que as entidades analisam esses tipos de dados referentes a um período de dez anos. Segundo dados do Sistema de Informação Hospitalar do governo federal, a Bahia lidera o ranking em quase todos os anos, com o total de 1037 casos.

Ao longo da última década, 20% das internações ocorreram em municípios baianos. “A liderança da Bahia se justifica pela maior tradição de festejar o São João do que em os outros estados. É a festa mais comemorada por aqui, mais que o Carnaval”, diz o médico baiano Jecé Brandão, do CFM. 

Na sequência aparece o estado de São Paulo, com 962 casos (19%) e uma população de 45,34 milhões, três vezes maior que a da Bahia. Em terceiro está Minas Gerais, com população de 21,1 milhões de pessoas e onde foram registradas 701 internações hospitalares (14%). 

Minas também é o maior produtor de fogos de artifício do Brasil. Somente o município de Santo Antônio do Monte é responsável por 96% dos artefatos usados no país.

Segundo o CFM, a forte tradição dos festejos juninos em São Paulo e Minas Gerais aliada ao tamanho da população e ao poder aquisitivo justificam a posição desses estados nas três primeiras posições do ranking de internações, atrás da Bahia. 

Juntas, representam mais da metade de todos os casos registrados no período (53%). Entre os estados com menor número de notificações estão Roraima (17), além de Tocantins e Acre —ambos com 14.
Junho costuma ter, em média, o dobro das internações em hospitais brasileiros por fogos de artifício.

Queima de fogos de artifício na avenida Paulista, em São Paulo, para comemorar a chegada do Ano Novo – Zanone Fraissat – 1º.jan.12/Folhapress

“É preciso ter cautela no manuseio desses fogos, sobretudo promovendo ações de proteção às crianças”, analisa o presidente do CFM Carlos Vital.

Além de óbitos, o uso de fogos pode provocar queimaduras, lesões que rasgam e cortam a pele, amputações de membros, danos na córnea, perda da visão e também lesões auditivas.

Na Bahia, só entre os dias 22 e 25 de junho deste ano, 75 vítimas de queimaduras por fogos e explosão de bombas foram atendidas em oito hospitais da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia. 

O Hospital Geral do Estado, referência no atendimento a queimados em Salvador, atendeu 43 pacientes, sendo 11 vítimas de queimaduras por fogos e outras 32 por explosão de bomba usadas em festas juninas. Por Rodrigo Eneses.

Resultado de imagem para fogos acre

Queima de fotos. Gameleira. Centro de Rio Branco – Acre.

ACRE

Tenente da PM do Acre que se trata de câncer escreve livro de alerta para as mulheres

Ac24horas, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Transformando a dor em alegria. Este é o título do livro que a tenente da Polícia Militar do Acre, Inês Melo, que se trata de um câncer de mama em São Paulo, escreve, para lançar no próximo ano.

Entre as sessões de quimioterapia, Inês vai escrevendo os capítulos do livro. Trocou a pergunta comum nestes casos: “por quê eu?” para “o que fazer com isso?” Como resposta resolveu esclarecer as mulheres sobre a importância do diagnóstico precoce e tratamento. Também pretende dar palestrar sobre o tema, alcançando principalmente as mulheres mais simples.

Ela descobriu o câncer no seio no ano passado, tirou a mama e faz quimioterapia no Hospital de Amor, em Barretos, interior de São Paulo. Atualmente a oficial aposentada mora em São José do Rio Preto, para ficar mais próxima do local de tratamento.

A cada ano, cerca de 56 mil mulheres são acometidas pelo câncer de mama no Brasil. Ao se ver como parte da estatística, Inês, tem o objetivo de alertar as mulheres para a importância da prevenção por meio de mamografia.

“Eu sou pedagoga, uma mulher esclarecida. Faço mamografia todo ano e nesse intervalo surgiu esse tumor. Estão quero dizer nesse livro da importância dos exames e que o Hospital do Amor é o local onde há toda a possibilidade de tratamento. No livro conto um pouco do que tenho visto, como mulheres abandonadas pelos maridos nessa hora difícil, conto sobre ficar sem cabelo, sobre a auto estima, importância da prevenção, diagnostico precoce, tratamento, fé, a dor de morrermos e renascermos e a importância de um hospital com referências – hospital de amor”.

Continue lendo

ACRE

Nicolau Júnior recebe medalha Tiradentes, maior comenda da PM

Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Durante visita ao Comando Geral da Polícia Militar do Amazonas, o presidente da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Nicolau Júnior (Progressistas), foi condecorado com a Medalha da Ordem do Mérito Alferes Joaquim José da Silva Xavier, chamada de Tiradentes, da Polícia Militar do Estado do Amazonas, a mais alta comenda da corporação que é concedida pelo governo do Estado às autoridades civis que prestam relevantes serviços à Polícia Militar.

O objetivo da medalha é prestar o devido reconhecimento aos policiais militares do Estado do Amazonas que se destacaram no exercício de suas funções.

A honraria também é destinada a condecorar cidadãos que contribuíram de forma relevante com as atividades desempenhadas pela Polícia Militar e, consequentemente, para a segurança pública do AM.

O parlamentar também agraciado com o Diploma Histórico do Clube do Tiradentes. “É uma honra como cidadão e como parlamentar receber este reconhecimento de uma corporação reconhecida como a Polícia Militar do Amazonas, que existe para zelar pelo bem estar da população. Parabéns a todos que fazem parte dessa importante corporação”, disse o deputado.

Agência Aleac

Continue lendo

Super Promoções

ACRE.COM.BR ©2017-2019 - Todos os direitos reservados. Diretora Geral: Fernanda da Silva Alfaia

WhatsApp WhatsApp Notícias