NOSSAS REDES

Saúde Pública

Acumulando dívida de R$ 5 milhões deixada por Tião, Santa Juliana suspende atendimento pelo SUS

Contilnet, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

A Sesacre informou que pagará parte do valor na próxima segunda-feira

O Bispo da Diocese de Rio Branco, Dom Joaquim Pertiñez, enviou um ofício ao governo do estado, informando que os atendimentos realizados pelo Hospital Santa Juliana, em parceria com o Sistema Único de Saúde (SUS), serão suspensos a partir deste sábado (9). Os serviços que serão interrompidos são: consultas médicas, cirurgias, internações, partos e qualquer outro tipo de atendimento que faça parte do convênio.

O motivo da suspensão dos atendimento é falta de pagamento por parte do governo do estado, por meio da Secretaria de Saúde.  O hospital cobra do estado uma dívida que ultrapassa os R$ 5 milhões de reais.

A dívida do Estado com a instituição católica vem desde 2017, ainda na gestão de Tião Viana (PT). De acordo com o documento, a direção do hospital buscou solucionar a situação diversas vezes, porém, não obtiveram êxito levando, consequentemente,  à suspensão dos serviços. “Os atrasos sucessivos geram impactos e vão acumulando déficits nas contas do hospital até o ponto em que chegamos, de suspender o atendimento de novos pacientes.Lamentamos ter que tomarmos tal decisão e reforçamos o nosso compromisso com a defesa da vida e a prestação de serviço de qualidade à população acreana”, informou nota da instituição.

Resposta da Sesacre

Na manhã deste sábado, o secretário de Saúde,Alysson Bestene,  disse ao ContilNet que conhece o problema, porém, fez questão de frisar que o débito de R$ 5 milhões foi deixado pela gestão anterior, no entanto, ainda precisa ser reconhecido pelo Estado.

“De acordo com o decreto do governador, tínhamos que analisar todas as dívidas da antiga gestão. Fizemos isso e enviamos a Controladoria Geral do Estado (CGE). Eles receberam, analisaram e estávamos na expectativa de realizar os pagamentos na sexta-feira, contudo, vamos pagar na segunda-feira (11)”, declarou.

Alysson disse ainda que após o pagamento ser efetivado, a tendência é que seja retomado os atendimentos ainda na segunda. O valor que será pago ao Hospital é referente aos meses de novembro e dezembro de 2017. “O valor que a Sesacre repassará ao hospital será de R$ 1,6 milhões”, garantiu o secretário.

CURIOSIDADES

EXCLUSIVO: Repórter investigativo Chiquinho R7 vai até Feijó investigar suspeitas de H1N1; veja o vídeo

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

O famoso repórter web e seus óculos estribados, Chiquinho R7, visitou a terra do açaí, e foi conferir os boatos sobre uma possível suspeita de H1N1 no município.

Chiquinho R7 publicou em seu perfil no Facebook, o resultado de sua ação como repórter investigativo no município de Feijó (veja aqui).

Veja o vídeo:

 

O web-repórter Chiquinho R7, que se apresenta sempre como “ao vivaço e melhor do Acre”, visitou o município de Feijó, interior do Acre, para investigar as suspeitas de H1N1 no município.

Segundo as informações, obtidas através do repórter R7 do Acre, que esteve na tarde de hoje com o diretor geral do Hospital de Feijó, é que pelo menos três pessoas morreram nas últimas 48 horas vitimadas por uma forte gripe.

Segundo apurou Chiquinho R7, existe a suspeita de que as mortes podem ter sido ocasionadas pelo vírus H1N1, o que só será confirmado através de exames laboratoriais, realizados em Rio Branco.

Estamos atendendo mais de 115 pessoas por dia, todas apresentando fortes sintomas de gripe. Nossos médicos começam o atendimento pela manhã e entram pela noite“, afirmou Carlos do Basa, atual diretor do Hospital Geral de Feijó.

Continue lendo

BRASIL

Ministério da Saúde abre hoje segunda fase da vacinação contra gripe

Agência Brasil, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe entra em nova etapa hoje (22) em todo o país. A primeira fase, que teve início em 10 de abril, vacinou crianças, gestantes e puérperas. A partir desta segunda-feira, o Ministério da Saúde abriu ao restante do público-alvo. Com isso, podem também receber a vacina trabalhadores da saúde, povos indígenas, idosos, professores de escolas públicas e privadas, pessoas com comorbidades e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, funcionários do sistema prisional e pessoas privadas de liberdade.

De acordo com o ministério, 41,8 mil postos de vacinação estão à disposição da população. Além disso, 196,5 mil profissionais estão envolvidos, com a utilização de 21,5 mil veículos terrestres, marítimos e fluviais.

*A doença*

A influenza é uma doença sazonal, mais comum no inverno, que causa epidemias anuais, sendo que há anos com maior ou menor intensidade de circulação desse tipo de vírus e, consequentemente, maior ou menor número de casos e mortes.

No Brasil, devido a diferenças climáticas e geográficas, podem ocorrer diferentes intensidades de sazonalidade da influenza e em diferentes períodos nas unidades federadas. No caso específico do Amazonas, a circulação, de acordo com o ministério, segue o período sazonal da doença potencializado pelas chuvas e enchentes e consequente aglomeração de pessoas.

Até o fim de março, antes do lançamento da campanha, foram registrados 255 casos de influenza em todo o país, com 55 mortes. Até o momento, o subtipo predominante no país é influenza A H1N1, com 162 casos e 41 óbitos. O Amazonas foi o estado com mais casos registrados: 118 casos e 33 mortes. Por isso, a campanha foi antecipada no estado.

Continue lendo

VOTE NA ENQUETE

Super Promoções

ACRE.COM.BR ©2017-2019 - Todos os direitos reservados. Diretora Geral: Fernanda da Silva Alfaia

Fale Conosco