NOSSAS REDES

ACRE

Agente penitenciário teria cometido suicídio em guarita do presídio Francisco d’Oliveira Conde

Contilnet, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Um colega da vítima, que estava no local, disse ter ouvido o barulho do tiro

De acordo com informações repassadas pela assessoria de comunicação do Instituto de Administração Penitenciária do Acre (Iapen), o agente Marcelo Souza da Rocha Alves teria cometido suicídio na guarita da Unidade Francisco de Oliveira Conde, em Rio Branco, com um tiro contra o próprio rosto.

A notícia foi compartilhada em um grupo de WhatsApp da Secretaria de Segurança Pública do Acre (Sesp).

Em um áudio enviado à reportagem do ContilNet, um colega da vítima, que estava no local, disse ter ouvido o barulho do tiro e quando chegou no espaço, viu Marcelo no chão com o rosto cheio de sangue.

A direção do Iapen está apurando o caso.

Nota de Esclarecimento – Iapen

O Instituto de Administração Penitenciária do Estado do Acre (Iapen/AC), por meio do Diretor Presidente Lucas Gomes, vem a público esclarecer os fatos que ocorreram no início da tarde desta terça-feira (12), quando o Agente Penitenciário Marcelo Souza da Rocha Alves supostamente teria cometido suicídio na guarita do pavilhão A do Complexo Penitenciário de Rio Branco.

Em apuração inicial, verificou-se que o servidor Marcelo Souza da Rocha Alves estava de plantão na guarita do pavilhão A, onde se faz necessário o uso de armamento calibre 12, quando os demais agentes ouviram o disparo e se deslocaram ao referido posto de serviço. De acordo com a equipe escalada, ao chegar no local, o servidor já se encontrava desacordado no chão da guarita, com ferimento na cabeça.

De imediato, os agentes acionaram a equipe da Unidade de Saúde do presídio e o Serviço Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), para prestar os primeiros socorros. No entanto, tais equipes de saúde contataram o óbito do servidor.

Diante dos fatos, o Instituto Médico Legal (IML) foi acionado para realização da perícia. O Iapen aguarda o resultado das análises periciais para confirmar se Marcelo Souza cometeu suicídio ou se sofreu um acidente durante o manuseio da arma.

Rio Branco – Acre, 12 de março de 2019.
Ascom/Iapen

ACRE

Tenente da PM do Acre que se trata de câncer escreve livro de alerta para as mulheres

Ac24horas, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Transformando a dor em alegria. Este é o título do livro que a tenente da Polícia Militar do Acre, Inês Melo, que se trata de um câncer de mama em São Paulo, escreve, para lançar no próximo ano.

Entre as sessões de quimioterapia, Inês vai escrevendo os capítulos do livro. Trocou a pergunta comum nestes casos: “por quê eu?” para “o que fazer com isso?” Como resposta resolveu esclarecer as mulheres sobre a importância do diagnóstico precoce e tratamento. Também pretende dar palestrar sobre o tema, alcançando principalmente as mulheres mais simples.

Ela descobriu o câncer no seio no ano passado, tirou a mama e faz quimioterapia no Hospital de Amor, em Barretos, interior de São Paulo. Atualmente a oficial aposentada mora em São José do Rio Preto, para ficar mais próxima do local de tratamento.

A cada ano, cerca de 56 mil mulheres são acometidas pelo câncer de mama no Brasil. Ao se ver como parte da estatística, Inês, tem o objetivo de alertar as mulheres para a importância da prevenção por meio de mamografia.

“Eu sou pedagoga, uma mulher esclarecida. Faço mamografia todo ano e nesse intervalo surgiu esse tumor. Estão quero dizer nesse livro da importância dos exames e que o Hospital do Amor é o local onde há toda a possibilidade de tratamento. No livro conto um pouco do que tenho visto, como mulheres abandonadas pelos maridos nessa hora difícil, conto sobre ficar sem cabelo, sobre a auto estima, importância da prevenção, diagnostico precoce, tratamento, fé, a dor de morrermos e renascermos e a importância de um hospital com referências – hospital de amor”.

Continue lendo

ACRE

Nicolau Júnior recebe medalha Tiradentes, maior comenda da PM

Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Durante visita ao Comando Geral da Polícia Militar do Amazonas, o presidente da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Nicolau Júnior (Progressistas), foi condecorado com a Medalha da Ordem do Mérito Alferes Joaquim José da Silva Xavier, chamada de Tiradentes, da Polícia Militar do Estado do Amazonas, a mais alta comenda da corporação que é concedida pelo governo do Estado às autoridades civis que prestam relevantes serviços à Polícia Militar.

O objetivo da medalha é prestar o devido reconhecimento aos policiais militares do Estado do Amazonas que se destacaram no exercício de suas funções.

A honraria também é destinada a condecorar cidadãos que contribuíram de forma relevante com as atividades desempenhadas pela Polícia Militar e, consequentemente, para a segurança pública do AM.

O parlamentar também agraciado com o Diploma Histórico do Clube do Tiradentes. “É uma honra como cidadão e como parlamentar receber este reconhecimento de uma corporação reconhecida como a Polícia Militar do Amazonas, que existe para zelar pelo bem estar da população. Parabéns a todos que fazem parte dessa importante corporação”, disse o deputado.

Agência Aleac

Continue lendo

Super Promoções

ACRE.COM.BR ©2017-2019 - Todos os direitos reservados. Diretora Geral: Fernanda da Silva Alfaia

WhatsApp WhatsApp Notícias