NOSSAS REDES

ACRE

Após suspensão de atendimento pelo SUS, Saúde começa a pagar médicos com salários atrasados

G1AC, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Médicos do Hospital Santa Juliana afirmam ter recebido apenas o salário dos meses de novembro e dezembro. Saúde diz que pagamento do mês de janeiro deve cair até segunda (18).

Após suspender o atendimento pelo Serviço Único de Saúde (SUS), o Hospital Santa Juliana, em Rio Branco, teve parte da dívida quitada pela Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre). O governo disponibilizou mais de R$ 600 mil para pagamento dos salários atrasados dos médicos.

O hospital anunciou, nesta segunda-feira (11), a suspensão dos serviços pelo SUS por conta dos salários atrasados. Por meio de nota, a unidade destacou que a inadimplência do estado se “arrasta” desde o governo anterior.

O Sindicato dos Médicos do Acre (Sindmed-AC) disse que foi informado pelos profissionais o pagamento dos meses de novembro e dezembro do ano passado.

Já o padre Jairo Coelho explicou que os médicos só devem voltar a oferecer os serviços prestados pelo SUS após o pagamento total da dívida. Segundo Coelho, falta o pagamento referente ao mês de janeiro.

“Foi pago novembro e dezembro do ano passado e em parte. Foram pagos mais de R$ 600 mil, mas o valor total supera os R$ 5 milhões. Estamos esperando que paguem o mês de janeiro porque tem toda uma questão residual”, ressaltou.

Convênio

A Sesacre garantiu que o pagamento dos meses mais atrasados, no caso de novembro e dezembro, foi liberado na segunda-feira (11). Já o de janeiro foi liberado no dia seguinte, na terça (12).

Porém, devido o prazo de protocolo do banco o dinheiro referente o mês de janeiro deve cair na sexta (15) ou no máximo na segunda-feira (18).

A Saúde destacou que preza pela eficiência e transparência e por isso ordenou que a Controladoria Geral do Estado (CGE) revise todos os contratos deixados pela gestão anterior.

Salários atrasados e paralisação

Em novembro do ano passado, os médicos do Hospital Santa Juliana que atendem ao SUS reclamaram que estavam com salários atrasados há mais de três meses. Na época, o Sindicato dos Médicos do Acre (Sindmed-AC), informou que, ao todo, 70 profissionais estavam sem receber.

Após o anúncio dos salários atrasados, os médicos decidiram atender apenas casos de urgência e emergência. Os pacientes que já estavam internados continuaram a receber atendimento, mas os médicos informaram que não seriam permitidas novas internações.

Um dia depois, a paralisação foi suspensa porque os médicos receberam o comprovante do repasse do salário referente ao mês de setembro.

ACRE

Empresário que perdeu o controle do carro e colidiu em carreta pode ter sido vítima de AVC

Ac24horas, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

O empresário Amarildo Campos Coelho, de 47 anos, que colidiu com seu carro em uma carreta na última quarta-feira (19) e foi à óbito pode ter sido vítima de um acidente vascular cerebral (AVC). Essa é uma das hipóteses levantadas por paramédicos que socorreram Campos no local do acidente.

Com o suposto acidente vascular o pé direito do empresário pode ter ficado preso ao acelerador. De acordo com peritos que estiveram no local, o ponteiro de velocidade travou marcando 180 km/h. O carro que Campos conduzia era um Honda Civic, ficou totalmente destruído.

A revelação da suspeita de AVC foi feita por parentes do empresário na manhã de hoje (22), durante reabertura de uma de suas principais lojas de supermercados na Vila Acre. Ainda de acordo parentes, Campos já tinha apresentado um princípio de AVC meses antes do acidente.

Com o impacto da colisão com uma carreta, o corpo da vítima ficou preso às ferragens e foi retirado por homens do Corpo de Bombeiros, em seguida resgatado por peritos do Instituto Médico Legal – IML.

Continue lendo

ACRE

Três corpos foram encontrados após naufrágio de barco no Rio Juruá; duas crianças estão desaparecidas

Acrenoticias.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Os corpos de três passageiros que estavam na embarcação que naufragou no Rio Juruá, no interior do Amazonas, foram resgatados na noite desta sexta-feira (21). Duas crianças, de dois e três anos, seguem desaparecidas. O acidente aconteceu nas proximidades do município de Carauari, a 788 km de distância de Manaus, na noite de quarta-feira (19).

O resgate foi confirmado pelo Corpo de Bombeiros. Segundo a coorporação, foram encontrados os corpos de uma idosa de 82 anos, um homem de 22, e a mãe das duas crianças que seguem desaparecidas.

Equipes de resgate que atuam na área do naufrágio seguem os trabalhos em busca dos dois irmãos desaparecidos. Eles viajavam com a mãe, morta, e uma irmã, resgatada com vida na quinta-feira. O barco, com 97 pessoas, saiu de Manaus no dia 13 de junho e deveria chegar a Carauari na quinta-feira.

Os três corpos encontrados chegaram à sede da cidade de Carauari na madrugada deste sábado. Todos são velados ao mesmo tempo no Ginásio Vivaldino Cardoso Viana, que fica no centro do município.

Após o velório, familiares da mãe querem transferir o corpo da jovem para ser sepultado em Manaus.

Nesta sexta-feira um passageiro foi resgatado com vida por pescadores da região. O barco saiu de Manaus no dia 13 de junho e deveria chegar a Carauari na quinta-feira (20). Havia 97 passageiros na embarcação, que naufragou nas proximidades da comunidade do Bacaba.

São aproximadamente três horas de distância entre a sede da cidade e o local onde o houve o naufrágio, em região remota do Rio Juruá.

O GLOBO

Continue lendo

Super Promoções

ACRE.COM.BR ©2017-2019 - Todos os direitos reservados. Diretora Geral: Fernanda da Silva Alfaia

Fale Conosco