NOSSAS REDES

CRIME

Atirador que aparece em vídeo matando homem é preso no AC e suspeito de mais duas mortes

G1AC, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Três crimes ocorreram no mês de junho desse ano. Jovem de 18 anos foi preso na última quarta-feira (22) na região do bairro Calafate.

capa: Atirador que aparece em vídeo matando homem é preso em Rio Branco e suspeito de mais dois homicídios — Foto: Reprodução.

O jovem de 18 anos que aparece em um vídeo descendo do carro e atirando contra o ex-presidiário Nunes Pereira de Assunção, de 30 anos, foi preso em uma casa, na última quarta-feira (22), no Conjunto Itatiaia, região do bairro Calafate, em Rio Branco.

Câmeras de segurança flagraram o momento exato em que um carro branco para na frente da casa da vítima e o rapaz desce já atirando. O crime ocorreu no último dia 29 de junho, na Rua do Bueiro, bairro Santa Inês, em Rio Branco.

Conforme o delegado Martin Hessel, da Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), o jovem também teria participação em outros dois homicídios ocorridos no mês de junho na capital. Na delegacia, o rapaz confessou apenas ter matado o ex-presidiário e negou os outros casos.

Entre os outros crimes estão a morte de Edson Oliveira Gonçalves no dia 11 de junho, no Ramal do Sinteac, em frente ao Estádio Florestão, na Via Verde.

O homicídio teria ocorrido por volta das 11h30, quando indivíduos passaram em um carro, pararam ao lado da vítima e efetuaram pelo menos cinco disparos.

O terceiro caso é a morte de Ítalo de Oliveira Brito, de 18 anos, com mais de quatro tiros no dia 26 de junho, na Travessa Pedro Altino, bairro Vitória. Na época, o Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) disse que a família informou que a vítima tinha sido amarrada antes de ser morta.

“Fizemos o cumprimento de mandado de prisão temporária. Com relação a essas três mortes, nós já temos a confirmação da participação dele, mas ele também está sendo investigado em outros crimes de homicídio, tentativas de homicídio e participação em organização criminosa”, disse o delegado.

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS VISUALIZADAS

WhatsApp chat