NOSSAS REDES

ACRE

Em Cruzeiro do Sul, homem é preso ao dar soco na mulher e vídeo da vítima ferida chega até a polícia

G1AC, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Agressão ocorreu no início do mês e prisão 15 depois com a circulação do vídeo. Vítima disse que família pediu para não denunciar.

capa: Homem é preso após dar soco na mulher e vídeo da vítima ferida chegar até a polícia no interior do Acre — Foto: Reprodução.

Um homem de 47 anos foi preso nesta terça-feira (21), no ramal do Cabo, zona rural de Cruzeiro do Sul, no interior do Acre, após a divulgação de um vídeo onde a mulher dele, de 37 anos, aparece com um corte na cabeça depois dele ter acertado a vítima com um soco durante uma discussão.

O delegado Alexnaldo Batista responsável da Delegacia da Mulher (Deam) disse que a agressão ocorreu no dia 6 de julho, mas a mulher não havia denunciado o caso, que só chegou à polícia após a divulgação desse vídeo que foi gravado por familiares. A prisão do homem só ocorreu 15 dias depois.

“Ele chegou em casa de uma bebedeira e entraram em um desentendimento familiar, até que ele ia ser colocado para fora de casa pelos próprios parentes. Quando isso ia acontecer, no meio da confusão, ele deu um soco e acertou o rosto da mulher. Ela caiu e bateu de cara em uma lata e resultou em um corte próximo ao olho”, contou o delegado.

O delegado informou ainda que a família pediu para ela não levar adiante e não fizesse a denúncia.

“Mas, o que aconteceu? A própria família começou a divulgar o vídeo e a rede de proteção à mulher aqui no Juruá tomou conhecimento e imediatamente divulgou para os integrantes da rede, inclusive, a Polícia Civil, na Deam, e aí fomos acionados”, contou.

Após ser acionada, a polícia conseguiu identificar a vítima, autor e o local onde eles moram e se deslocou até o local, onde ele foi preso.

“Ela veio junto também, deu seu depoimento e relatou tudo que aconteceu, os momentos de terror que passou e ele foi autuado, interrogado e indiciado por violência doméstica. Ela passou por exame de corpo de delito na delegacia e o procedimento vai ser encaminhado ao Judiciário”, acrescentou.

O delegado disse que a vítima não relatou outros casos de agressão física, mas que confirmou que o marido fica bastante agressivo quando bebe. Já o homem confessou ter dado o soco na mulher e causado todas as lesões. À polícia, ele se disse que está arrependido.

Denúncia

O delegado Alexnaldo Batista disse que em casos de agressão e violência contra a mulher, os agressores devem ser denunciados, inclusive, por pessoas conhecidas que tenham testemunhado a agressão.

“É importante destacar a denúncia. Toda pessoa que tomar conhecimento dessa violência doméstica tem que denunciar e levar ao conhecimento das autoridades através do 180, do 190, ou vindo à delegacia, a pessoa não precisa se identificar, a informação ainda vai ser apurada, a identidade não vai ser revelada em hipótese alguma”, concluiu.

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS VISUALIZADAS

WhatsApp chat