NOSSAS REDES

ACRE

Bocalom entrega contratos da Zeladoria a órgãos fiscalizadores e diz que não desvia dinheiro público

Ac24horas, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Em mais um capítulo do episódio que resultou na ofensiva da Tropa de Choque do Bope contra os garis e margaridas que manifestavam pelo pagamento de salários atrasados, na última segunda-feira, 15, o prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, entregou nesta quinta-feira, 25,  aos órgãos fiscalizadores Ministérios Públicos do Acre (MPAC) e do Trabalho (MPT), Tribunal de Contas do Estado do Acre (TCE) e Câmara de Rio Branco, cópias dos contratos dos últimos cinco anos da Zeladoria de Rio Branco.

Ao ac24horas, Bocalom afirmou que a sua gestão descobriu uma “sangria” contra o erário público. “A conclusão a que chegamos é que infelizmente, as faturas que vinham desde de julho de 2019, eram na faixa de 400 mil reais por mês apenas de uma empresa. E que ao longo de dois meses, nós conseguimos economizar 350 mil reais, ou seja, economizamos de 805 mil de fatura, 350 mil reais. Vamos gastar bem dinheiro público e não estamos aqui para desviar o dinheiro público. A verdade é que a gente descobriu uma sangria, que veja só, nos dois primeiros meses, eles mandaram duas faturas de 800 mil,  no entanto, os nossos cálculos deram 400 mil. Contra números não tem como se discutir. Eu acredito que daria para ser feito a diminuição no preço das faturas, mas não foi feito”, afirmou.

Recentemente, a ex-prefeita de Rio Branco, Socorro Neri, declarou em coletiva que pretende acionar judicialmente o atual prefeito Tião Bocalom e o senador Sérgio Petecão por se sentir acusada de corrupção quanto a forma como os pagamentos vinham sendo realizados.

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!
WhatsApp chat