NOSSAS REDES

Eleições 2020

Bocalom reafirma compromisso com a geração de emprego

Assessoria, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

O candidato à prefeitura de Rio Branco, Tião Bocalom (Progressistas), reforçou a necessidade de oferecer a garantia de desenvolvimento do setor privado, trazendo segurança jurídica para os empreendedores, em entrevista realizada pelo site Contilnet, na manhã desta sexta-feira, 20. Ele aproveitou ainda para pedir novamente de volta a gestão do sistema de abastecimento de água para o município.

Bocalom também disse estar ansioso para retornar para a campanha, podendo pedir voto, além de dialogar pessoalmente com os eleitores, debatendo e apresentando propostas.


“Os exames feitos apontaram que já estou zerado e aguardo a vinda do médico que pode me dar alta até este sábado. Se for liberado pelo médico, às 5 horas da amanhã já estarei fazendo vídeo no meio da rua, porque sempre fui de fazer campanha na rua, de pedir voto falando diretamente com eleitor. Se estiver liberado, vou comemorar tomando café da manhã na rua”, disse o candidato.

O prefeiturável também falou das alianças para o segundo turno, mas afirmou que não negociará cargos na prefeitura. A proposta dele é oferecer maior transparência nas contas públicas e eficiência na execução dos serviços oferecidos.

“Virando prefeito, serei prefeito de Rio Branco, então tanto faz ser de um partido ou de outro, tanto faz ser pobre ou rico, serei prefeito de todos. O que a gente precisa é criar um ambiente de segurança jurídica para que se possa ter a geração de emprego e renda na iniciativa privada. Para aqueles que estão, como mostrou o jornal esta semana, que são 140 mil pessoas abaixo da linha da miséria no Acre, que dói o coração, então precisamos lembrar que é preciso ter creche, educação de qualidade, precisamos gerar um ambiente para ter trabalho. O caminho é cuidar de gente, independente de cor partidária”, explicou Bocalom.

O candidato ainda pediu para que os eleitores voltem às urnas no dia 29 para, mais uma vez, votar no 11, lembrando que segundo turno é uma nova eleição, sendo necessário o apoio de todos para conquistar a vitória.

“A eleição não está ganha, quero pedir a cada um de vocês para que votem no 11, porque é uma nova eleição. Peço para cada amigo que nos apoiou no primeiro turno que continue apoiando e ajude a conquistar mais voto”, finalizou Bocalom.

Comentários

Comente aqui

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS VISUALIZADAS

WhatsApp chat