NOSSAS REDES

CIDADES

Chuva de oito horas faz igarapés transbordar, isola Bairros e causa transtorno no Alto Acre

O Alto Acre, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Foto: Um dos acessos ao Bairro Marcos Galvão. 

Municípios que compõem a regional do Alto Acre, como Assis Brasil, Brasiléia e Epitaciolândia, tiveram problemas com a chuva que caiu desde às quatro horas da madrugada, até o meio-dia deste sábado, dia 4.

A chuva forte e contínua, fez com que córregos e igarapés enchessem ao ponto de passar por cima de ruas, isolando bairro por algumas horas, como o que aconteceu no Bairro Marcos Galvão I e II, na cidade de Brasileia.

Outro acesso ao Marcos Galvão…

Os bueiros não suportaram o volume de água, fazendo com que passasse por cima do asfalto. Por algumas horas, os moradores ficaram isolados e só era possível caso fossem pelo ramal do Polo Wilson Pinheiro, com acesso no km 4 da BR 317, além de passar por dentro de algumas propriedades rurais.

Algumas ruas dos bairros Alberto Castro, Eldorado, Ferreira Silva, Francisco Peixoto e acesso pela antiga Cageacre, apresentaram problemas devido o volume da água. No ramal do km 17 da BR 317 (Estrada do Pacífico), um morador registrou o rompimento de uma bueira, que irá atrapalhar a trafegabilidade no local.

O secretário de Obras, Carlinho do Pelado, esteve visitando os locais para realizar um relatório e buscar soluções. “Está chovendo acima do normal e locais como o acesso ao Bairro Marcos Galvão, está sendo estudado uma forma de construir uma galeria, para suportar volumes de água como esse. Temos muitas redes de esgoto que nunca vai suportar isso e com certeza vai levar transtornos aos munícipes. Vamos preparar um relatório e buscar meios para solucionar alguns”, disse.

Um dos acesso ao Bairro José Hassem, em Epitaciolândia…

Na cidade de Assis Brasil, ruas próximas ao Fórum também não suportaram o volume da chuva e ficaram alagadas, isolando moradores e invadindo comércios. Na cidade de Epitaciolândia, um dos acessos ao Bairro José Hassem, também foi afetado por algumas horas, após a ponte ter sido coberta pelo igarapé.

Na Rua Manoel Ferreira, aconteceu um desbarrancamento fazendo com que moradores usassem equipamentos para retirar o barro de cima do encanamento do Depasa e dar passassem para a água, para que invadisse as casas e evitar mais deslizamento de terra.

Somente por volta do meio-dia, a chuva deu trégua e parou no período da tarde. Segundo meios especializados em clima, as chuvas que caíram e ainda estão por vir, estão sendo acima do normal.

Acesso ao Bairro Francisco Peixoto, em Brasiléia.

Veja imagens e vídeos dos transtornos causados pela chuva abaixo.

 

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS VISUALIZADAS

WhatsApp chat