NOSSAS REDES

CURIOSIDADES

Conheça o Feitosa, empresário da terra do abacaxi que alugou um avião para tirar um rasante em cima de sua Balsa com borracha

Acrenoticias.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Na época em que a borracha em Tarauacá tinha valor, conta o ex-empresário Ribamar Feitosa, que alugou um avião para tirar um rasante por cima de sua balsa carregada de borracha, a vida era outra.

Feitosa é uma figura conhecida na terra do abacaxi, foi farmacêutico e taxista. Atualmente toca uma fazendinha.

Em conversa com Ribamar, este disse que na época de fartura chegou mandar fechar os bares na cidade, onde o mesmo pagava toda conta, falou que não se arrepende de nada do que fez.

Hoje, Feitosa leva sua vida normalmente; continua com seus empreendimentos, que toca pessoalmente todos os dias, diz ser feliz da vida, que hoje tem três filhos formados um é advogado Júnior  Feitosa, outra é a professora Delana  Feitosa, formado em medicina, e outro é o Dr.Cristian Feitosa que está trabalhando na cidade do Envira, no Amazonas, outra filha está cursando medicina, a Cristiane Feitosa.

Feitosa gosta da boa política. Revelou também que foi candidato a vereador, mas não conseguiu se eleger na época. Ribamar é sempre convidado para fazer discurso em comício, mas se diz iludido com os políticos que não cumprem com as promessas.

Feitosa merece um espaço no Governo de Gladson Cameli pela sua luta sempre na oposição.

CURIOSIDADES

COMUNIDADE NO AC QUE LEVA NOME DE SANTO ANTÔNIO FAZ FOGUEIRA DE 13 M PARA HOMENAGEAR PADROEIRO

G1AC, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

A construção de uma grande fogueira, para festejar o encerramento do novenário de Santo Antônio, já é tradição há mais de 30 anos em uma comunidade de Mâncio Lima. Os moradores da localidade, que tem o mesmo nome do padroeiro, este ano, levaram três dias para levantar a estrutura de madeira que será queimada na noite desta quinta-feira (13).

A obra envolve praticamente todos da comunidade. No primeiro dia, um grupo de mais de 20 homens retira a lenha na floresta, enquanto outra turma cuida do transporte para o local do festejo. Depois, as equipes se unem e levam mais dois dias para fazer o trabalho de montagem da fogueira.

Os organizadores do evento contam que em anos anteriores, os serviços eram mais complicados e demoravam mais por serem feitos todos de forma manual. Atualmente, a comunidade recebe o apoio da prefeitura que envia caminhões para transportar a madeira e máquinas para erguer os quatro pilares que sustentam a fogueira.

Para empilhar as hastes de lenha até chegar a altura de 13 metros, os moradores formam uma espécie de torre humana e passam as peças de mão em mão até chegar ao topo. É um trabalho demorado que eles fazem com muita atenção para evitar qualquer incidente.

A comunidade mantém a tradição para homenagear o santo protetor e com a fé de dias melhores para os que acreditam na proteção de Santo Antônio.

“A gente faz isso todo ano no dia de Santo Antônio, porque a gente pede muito a ajuda dele. Dá pra ver que é um trabalho até perigoso, mas, como temos a proteção dele, nunca aconteceu nenhum imprevisto na nossa comunidade”, diz o líder comunitário Genival Matos.

Os moradores já chegaram a construir uma fogueira de até 17 metros, mas, este ano, decidiram fazer um pouco menor, com 13 metros. A fogueira será queimada a partir das 19h e deve levar mais de 24 horas pegando fogo.

No momento da procissão de Santo Antônio, o padre faz a benção da fogueira e os devotos aproveitam para fazer seus agradecimentos e pedidos ao santo casamenteiro. A comunidade aguarda mais de mil visitantes para o encerramento do novenário.

“A gente aguarda até ela cair, que é a hora mais emocionante que tem. E na hora que a procissão passa, as pessoas fazem seus pedidos”, afirmou matos que agradece a Santo Antônio pela família que construiu durante os anos que cuida da organização da festa do padroeiro.

Continue lendo

Cotidiano

Bíblia sagrada resiste a incêndio que atingiu casa de empresário em Tarauacá

Juruá em Tempo, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Algo surreal foi visto por populares e policiais do Corpo de Bombeiro que estiveram na casa do empresário Edgar do Som apagando as chamas do fogo que destruiu sua residência, neste último sábado (8), em Tarauacá.

Móveis e outros pertences, e quase praticamente todo o material que dar sustentação ao imóvel foi consumido pelas chamas, mas a Bíblia sagrada ficou intacta.

Muitos podem dizer que foi apenas coincidência, aos que tem fé com certeza dirão que é uma prova de que a palavra de Deus não pode ser atingida.

Outro caso semelhante já aconteceu em Cruzeiro do Sul, também no Acre, na  qual uma residência também foi destruída, mas a Bíblia ficou sem rasuras do fogo.

Continue lendo

Super Promoções

ACRE.COM.BR ©2017-2019 - Todos os direitos reservados. Diretora Geral: Fernanda da Silva Alfaia

Fale Conosco