NOSSAS REDES

Brasileia

Em Brasileia, envolvidos em latrocínio no fim de semana têm prisão decretada

Agência de Notícias MPAC, via Acre.com.br

PUBLICADO

em

A pedido do Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), por intermédio do promotor de Justiça Ocimar Silva Sales Júnior, os quatro homens que invadiram uma fazenda localizada na zona rural de Brasileia e mataram o proprietário na noite de domingo, 14, tiveram a prisão preventiva decretada nesta segunda-feira, 15.

Islomar Geronimo de Lima, Weliton Fernandes Filho, Vanderson Felipe Marcelo Santana e Cleberson Alves Moreira atiraram contra o fazendeiro Raimundo Nonato Pessoa, de 55 anos, que morreu no local.

As demais pessoas que estavam na fazenda foram amarradas pela quadrilha, sendo que uma delas foi alvejada e encontra-se internada. Eles levaram duas caminhonetes e dinheiro. Um menor também teve participação no crime.

“Os delitos revelam gravidade ímpar e ensejadora de clamor público, especialmente em razão das ações praticadas pelos acusados fomentar outros crimes graves. Denota-se dos autos que o ajuste prévio e orquestrado da ação que resultou no brutal homicídio da vítima Raimundo Nonato Pessoa, alvejada, ressalte-se, com arma de grosso calibre, o que demonstra extrema periculosidade na ação praticada pelo grupo”, comentou o promotor.

No pedido de prisão, o MPAC lembrou que um dos envolvidos, Islomar Geronimo de Lima, havia sido preso recentemente por integrar facção criminosa.  Weliton Fernandes Filho, que também possui antecedentes criminais, foi o mentor intelectual da ação criminosa.

Já Vanderson se deslocou de Rio Branco com a finalidade específica de praticar crimes na região e foi o autor do disparo de arma de fogo calibre 12 que matou a vítima.

Os mandados de prisão foram expedidos pelo juiz Gustavo Sirena, titular da Vara Criminal da Comarca de Brasileia, que determinou, ainda, a transferência dos envolvidos para Rio Branco. Kelly Souza- Agência de Notícias do MPAC

Advertisement
Comentários

Comente aqui

ACRE

Juiz de Brasileia condena por furto qualificado dupla que arrombou residência

Gecom TJAC, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Veículo roubado foi levado para Bolívia. O crime ocorreu em março de 2019.

O Juízo da Vara Criminal da Comarca de Brasileia condenou dupla responsável por furto qualificado pelo concurso de pessoas. Um réu teve pena estabelecida em sete anos e seis meses de reclusão em regime inicial fechado e o condutor do carro de apoio do crime recebeu pena de quatro anos e dois meses de reclusão, em regime semiaberto.

De acordo com a sentença, os réus realizaram uma ação premeditada, arrombando o portão de uma residência e subtraindo um carro, uma moto e uma televisão durante a madrugada.

Segundo a investigação, ação criminosa foi demandada por um homem que está recluso na Bolívia. A intenção era roubar uma camionete, mas o dono tinha saído com o veículo, logo foi subtraído o outro carro que estava na garagem.

O veículo foi levado para território boliviano e não foi recuperado. Durante a perseguição policial, a moto foi abandonada duas ruas depois e o condutor do carro de apoio foi preso em flagrante. Havia outras pessoas envolvidas no ato infracional que não foram identificadas.

A confissão dos réus esclareceu que o carro furtado seria utilizado em um assalto ao banco, na qual um caixa eletrônico seria estourado por artefato explosivo e, de fato, três “bananas de dinamite” foram apreendidas com um dos agentes.

Um deles justificou que a finalidade do delito era pagar dívida na facção, porque tinha sido preso anteriormente com uma arma, assim, foi culpado por desmunir e deixar mais frágil a organização criminosa.

Ao arbitrar a dosimetria, o juiz de Direito Clovis Lodi considerou como majorantes da pena o fato de o crime ter sido praticado durante o período de repouso noturno e com rompimento de obstáculo, ou seja, o arrombamento. Os réus poderão apelar em liberdade e juntos devem indenizar a vítima em R$ 50 mil.

A decisão foi publicada na edição n° 6.513 do Diário da Justiça Eletrônico (fl. 42).

Continue lendo

Brasileia

Em Brasileia, homem invade bar e mata comerciante com tiro na cabeça

G1AC, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Vítima chegou a ser socorrida, mas morreu no Hospital Wildy Viana, em Brasileia. Crime ocorreu nesta sexta-feira (10) e Polícia Civil investiga caso.

Foto: Crime ocorreu nesta sexta-feira (10) em um bar da cidade de Epitaciolândia, no interior do Acre — Foto: Alexandre Lima/Arquivo pessoal. 

Um comerciante de 60 anos foi morto com um tiro na cabeça nesta sexta-feira (10) em um bar na cidade de Epitaciolândia, no interior do Acre. De acordo com a Polícia Civil, um homem invadiu o local e disparou contra o dono com uma escopeta.

O delegado responsável pelo caso, Sérgio Lopes, informou que ainda não está confirmada a motivação do crime e que, portanto, não pode excluir nenhuma hipótese.

“A linha de investigação pode ser tanto um latrocínio, como um homicídio, a gente não tem definido isso ainda. Estamos fazendo diligências com duas equipes na rua no sentido de identificar e prender esse indivíduo”, afirmou o delegado.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência foi acionada e o comerciante ainda chegou a ser levado o Hospital Wildy Viana, em Brasileia, mas não resistiu ao ferimento e morreu na unidade.

O corpo do idoso vai ser levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Rio Branco para os exames cadavéricos e em seguida ser liberado para a família.

Continue lendo

+30 mil seguidores

TOP MAIS LIDAS

Grupos de notícias