NOSSAS REDES

ACRE

Em operação, Ibama detecta envolvimento de índios na extração e venda de madeira ilegal na Ponta do Abunã

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

‘Sem medo de errar, eu diria que 80% dos índios da aldeia daquela região estão envolvidos’, diz Ibama. Operação ocorreu por 30 horas ininterruptas. Máquinas e madeiras foram apreendidas no local.

O Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Renováveis (Ibama), junto com o Exército, fez a segunda fase de uma operação que ocorre em três cidades do Norte, inclusive na terra indígena Caxarari. Foram apreendidos maquinários e 60 m³ de madeira extraída ilegalmente.

Após as apreensões, Carlos Gadelha, superintendente do Ibama no Acre, disse que foi constatado que indígenas participam diretamente da extração e venda de madeira ilegal. Além da madeira, foram apreendidos 7 caminhões e 45 tratores.

As ações ocorreram na região de divisa entre os estados do Acre, Amazonas e Rondônia e se concentraram na ponta do Abunã, em Rondônia, divisa dos estados do Acre e do Amazonas.

“Um detalhe que nos chamou a atenção e deixa um rastro de preocupação muito grande é que há uma forte participação dos índios na extração e comercialização da madeira. Sem medo de errar, eu diria que 80% dos índios da aldeia daquela região estão envolvidos na extração e venda ilegal da madeira”, enfatizou.

Gadelha destacou ainda que serão necessárias outras operações na região para conter o crime ambiental nas terras indígenas. “Porque são terras da união destinadas à comunidade indígena que está sendo vendidas suas madeiras”, finalizou.

Operação

O Ibama e o Exército, em maio deste ano, iniciaram essa operação contra o desmatamento ilegal na Ponta do Abunã. Na ocasião, o Exército colocou explosivos em uma pista clandestina construída em uma área da união que foi grilada. Além disso, novos flagrantes de desmatamentos ilegais foram registrados dentro da terra indígena Caxarari.

Na região, proliferam o desmatamento e a extração ilegal de madeira. Nos últimos dois anos, segundo o Ibama, foram desmatados 50 mil hectares de floresta. O equivalente a 50 mil campos de futebol ou uma área maior que a cidade de Porto Alegre.

Em operação, Ibama detecta envolvimento de índios na extração e venda de madeira ilegal na Ponta do Abunã (Foto: Reprodução/Rede Amazônica Acre )

Em operação, Ibama detecta envolvimento de índios na extração e venda de madeira ilegal na Ponta do Abunã (Foto: Reprodução/Rede Amazônica Acre). G1Ac.

ACRE

MS suspende parcerias para produção de medicamentos

Acrenoticias.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

O Ministério da Saúde informou nessa terça-feira (16) que 19 parcerias de Desenvolvimento Produtivo (PDPs) estão em fase de suspensão. As parcerias foram firmadas para a produção de medicamentos como insulina, usada para diabetes, e pramipexol, usado no tratamento de doença de Parkinson.

Segundo a pasta, as parcerias estão em fase de suspensão, entre outros motivos, por falta de avanços esperados; por falta de investimento na estrutura; por desacordo com o cronograma; por solicitação de saída do parceiro privado; pelo não enquadramento de um projeto como PDP; por decisão judicial; e, por recomendação do Tribunal de Contas da União (TCU) e Controladoria-Geral da União (CGU).

Esse tipo de parceria tem quatro fases. A primeira é a proposta para avaliação; a segunda é o desenvolvimento do projeto, com elaboração dos contratos entre parceiros, treinamento, desenvolvimento da estrutura e qualificação dos processos de trabalho; a terceira é a transferência efetiva de tecnologia e início da aquisição do Ministério da Saúde; e, a quarta, a verificação da internalização da tecnologia.

De acordo com a lista divulgada pelo ministério, cinco parcerias estavam na terceira fase. As demais estavam na segunda fase ou anterior.

O Ministério da Saúde garante, em nota, que a população não será afetada. “Para garantir o abastecimento da rede, o Ministério da Saúde vem realizando compras desses produtos por outros meios previstos na legislação. A medida, portanto, não afeta o atendimento à população. A maior parcela das PDPs em fase de suspensão sequer chegou a fase de fornecimento do produto”, diz a nota.

AGAZETA.NET

Continue lendo

ACRE

Secretária no Governo Tião Viana assumirá Diretoria de Comunicação do Tribunal de Justiça

Acjornal, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

A jornalista Andrea Zillio será anunciada diretora de Comunicação do Tribunal de Justiça do Acre.

A jornalista respondeu pela Comunicação Social do Governo Tião Viana (PT) até dezembro de 2018. Tem atuação discreta e O atual assessor de imprensa do TJ, o cearense Paulo Sérgio, será deslocado ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

Na corte eleitoral, a divulgação institucional estava a cardo da jornalista Renata Brasileiro, por muitos anos. A moça, no entanto, já não responde pelo TRT há alguns dias, desde que foi nomeada em cargo de diretoria na Secretaria de Comunicação do Governo do Acre.

Continue lendo

Super Promoções

ACRE.COM.BR ©2017-2019 - Todos os direitos reservados. Diretora Geral: Fernanda da Silva Alfaia

WhatsApp OLÁ INTERNAUTA! : )