NOSSAS REDES

ACRE

Enchente que afeta interior do Acre é descartada para Rio Branco, diz Defesa Cívil

Ac24horas, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

O Acre enfrenta a sua primeira enchente deste ano, mesmo ainda estando no mês de dezembro. O rio Tarauacá, que é considerado um manancial de calha rasa e por isso transborda várias vezes durante o período de chuvas, alagou nesse final de senama e já afeta pelo menos dois bairros e parte do centro da cidade de mesmo nome.

Com a enchente em Tarauacá, surgiu o temor de que Rio Branco viva a experiência de 2015, quando a capital acreana enfrentou a pior alagação de sua história.

O ac24horas conversou com o Tenente-Coronel do Corpo de Bombeiros, Eudemir, que atualmente coordena a Defesa Civil Estadual. De acordo com o militar, o órgão está em constante monitoramento, já que há um aumento no nível do Rio Acre na região do Peru, onde ficam suas cabeceiras. “A quantidade de precipitação que está acontecendo em Iñapari, na região das cabeceiras do nosso Rio Acre, realmente se encontra um pouco acima dos níveis da normalidade”.

Mesmo assim, Eudemir descarta uma enchente de grandes proporções como a de 2015.”Uma enchente dessa não tá no nosso radar. Claro que é um fenômeno da natureza e a gente não tem gestão, mas a meteorologia tem ao longo dos últimos anos nos trazido informações precisas para trabalharmos com tranquilidade. O nível do Rio Acre hoje está mais baixo do que o registrado em anos anteriores e por isso não temos essa preocupação por enquanto”, esclarece o coordenador da Defesa Civil.

Na medição às 6 horas da manhã desta terça-feira, 29, o nível do Rio Acre é de 7,78m na capital. A cota de alerta em Rio Branco é de 13,50m. Em março de 2015, o nível do Rio Acre chegou a 18,40 metros na capital acreana. A alagação afetou quase um terço da população de Rio Branco, atingindo 53 bairros, 900 ruas, 31 mil edificações e 102 mil pessoas. O desastre natural fez com que o governo do Estado criasse 31 abrigos públicos, que receberam mais de 10 mil pessoas.

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!
WhatsApp chat