NOSSAS REDES

ACRE

Ex- comandante do Bope desliga telefone e não responde sobre abastecimento de carros do tráfico

Redação do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

 

A reportagem publicada pelo portal UOL nas primeiras horas desta quarta-feira (30), caiu como uma bomba na cúpula da segurança pública do Acre, onde aponta o próprio diretor geral de Polícia Civil, o delegado Rêmulo Diniz, acusado ter ligação com o crime organizado que atua no estado.

Ainda segundo a reportagem, as investigações que correm em segredo de justiça, mostram conversas entre Diniz e o tenente Farias, do Batalhão de Operações Espaciais (Bope) da PMAC, preso no ano passado acusado de envolvimento com o Comando Vermelho (CV).

O UOL revelou ainda, que Farias repassava verba destinada para abastecimento das viaturas da guarnição para o CV abastecer  os carros do tráfico.

A reportagem do ContilNet, fez contato na manhã desta quarta-feira (30), com o coronel Assis, que na época era comandante do Bope,  mas ao atender a nossa chamada e nos identificarmos dizendo o teor do assunto, ele simplesmente encerrou a ligação sem nada mencionar.

O espaço permanece em aberto.

Em relação o envolvimento do secretário de Polícia Civil com o crime organizado, a assessoria de comunicação do governo, ficou de esclarecer o assunto por meio de nota à imprensa a ser divulgada ainda hoje.

Com informações do UOL

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS VISUALIZADAS

WhatsApp chat