NOSSAS REDES

ACRE

Forças de Segurança executam ação integrada na tríplice fronteira

Assessoria, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Uma operação desencadeada durante a madrugada desta segunda-feira, 3, em Assis Brasil, cidade acreana que faz fronteira com o Peru e a Bolívia, resultou na prisão de três pessoas e na apreensão de cerca de 100 kg de pasta à base de cocaína que estava escondida no fundo falso de uma caminhonete.

A ação foi coordenada pelo delegado da Polícia Civil em Assis Brasil, Judson Barros, e contou com o apoio da Polícia Militar e do Grupo Especial de Fronteira (Gefron). De acordo com o delegado, durante investigações chegou a informação sobre o transporte de um carregamento de droga que seria feito por meio terrestre através do ramal Icuriã. De posse da informação, Barros entrou em contato com a Polícia Militar que prestou todo o apoio necessário e planejou a ação.

Passava de 1h da madrugada desta segunda quando os policiais abordaram a camionete na qual estavam três homens, dois brasileiros e um peruano. Durante a abordagem, o trio demonstrou nervosismo, o que fortaleceu ainda mais as suspeitas de que havia algo ilícito no automóvel.

Após uma minuciosa busca, os policiais descobriram um fundo falso na carroceria do veículo, onde estavam escondidos mais de 100kg de pasta a base de cocaína. Os acusados foram presos em flagrante e encaminhados à sede da delegacia do município. O Grupo Especial de Fronteira (Gefron) permaneceu durante toda madrugada reforçando a segurança do local.

Os presos, dois do Mato Grosso e um peruano, da cidade de Puerto Maldonado, foram flagranteados pelo crime de tráfico internacional de drogas. Durante a ação foi aprendido dinheiro em dólares, soles e reais.

“Foi um ação exitosa em que contamos com o apoio irrestrito da Polícia Militar e do Gefron e conseguimos aplicar um golpe duro no narcotráfico da região com um prejuízo de mais R$ 3 milhões. Essa droga após refinada renderia mais de 400 kg de material entorpecente”, destacou o delegado Judson Barros.

Ações integradas têm apresentado resultados positivos, sobretudo nas regiões dadda fronteira do Acre onde os narcotraficantes usam como rota de escoamento de entorpecentes oriundos da Bolívia e Peru.

“Estamos trabalhando diuturnamente com investigações aprofundadas e pontuais no combate ao tráfico de drogas no estado, sobretudo nas regiões de fronteira. E, nessa luta, a Polícia Civil tem encontrado na Polícia Militar e no Gefron, além da PRF e PF grandes parceiros, o que tem resultado em grandes ações, prisões e apreensões.”, enfatizou o delegado-geral da Polícia Civil do Acre, Josemar Moreira Portes.

Por: giroacreanonotícias

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!
WhatsApp chat