NOSSAS REDES

ACRE

Governo do Acre incorpora gratificações ao salário-base de militares e remuneração passa de R$ 5 mil

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Com mudança, militares não correm riscos de cortes salariais ou na sexta parte. Servidores ainda têm direito ao banco de horas e remuneração pode ultrapassar R$ 6 mil.

Após acordo, o Governo do Acre decidiu incorporar as vantagens e gratificações ao salário-base dos bombeiros e policiais militares do Acre. Com a mudança, a remuneração de um soldado, que segundo o governo era de R$ 1,8 mil, ultrapassa os R$ 5 mil a partir deste mês de julho.

O anúncio foi feito durante uma coletiva na tarde desta quinta-feira (5). Os servidores ainda têm direito ao banco de horas que pode elevar o pagamento a mais de R$ 6 mil.

Com a incorporação a partir de julho, o aumento na folha de pessoal é de R$ 10 milhões. O coronel Marcos Kinpara, comandante da Polícia Militar (PM-AC), explicou que não há aumento, mas uma regularização para os militares que recebiam acréscimo em gratificações, mas sem mudanças no salário-base.

“No termo chulo tínhamos vários ‘penduricalhos’ e não tinha como falar em um salário-base. Não há aumento nenhum, mas uma regularização, pois tinha acréscimo de gratificação e um salário de R$ 800. Quem tem 25 anos de trabalho, a sexta parte vai incidir e não vai ter prejuízo nenhum”, afirmou o coronel.

O governador do Acre, Tião Viana (PT-AC), disse que a solução foi encontrada pela Secretaria de Gestão Administrativa (SGA-AC). A partir de agora cada militar passa a ter salário único o que deve repercutir também na aposentadoria dos servidores.

Viana afirma que além do Acre, outros oito estados fizeram essa mudança. Ele reforçou que agora não há riscos de retirada dos benefícios dos servidores como foi recomendado pelo Ministério Público do Acre (MP-AC) em dezembro de 2017.

A recomendação previa cortes entre R$ 91 e R$ 321 sobre o salário e até R$ 800 na sexta parte, garantida aos servidores públicos que cumpriram 25 anos de serviços efetivos prestados. O MP-AC deu um prazo para que o governo providenciasse uma nova forma de cálculo referente ao pagamento da gratificação.

“Esse modelo rompe com a tradição de incluir auxílios disso e daquilo. A partir de agora não há riscos na composição salarial dos militares. A partir de hoje falamos em salário unificado, sem contribuições indiretas para ele. Esse é o 5º melhor salário de policial e bombeiro militar do país”, destaca.

Compra de fardamento

Além do reajuste, o governo já havia anunciado a compra de novos uniformes para os militares que estão há cinco anos sem receber fardamento.

Ato todo, o Estado deve gastar mais meio milhão em uniformes. Ao G1, a Polícia Militar do Acre (PM-AC) informou que após a publicação no Diário Oficial do Estado na quarta (4), as empresas têm de 30 a 60 dias para entregar o fardamento.

Em abril deste ano, os militares adotaram algumas medidas como forma de criticar a falta de fardamento. Os policiais passaram a trabalhar sem uniformes, apenas com o colete balístico. Em um dos atos organizados em Rio Branco, a Associação do Militares do Acre (AME), afirmou que cerca 2,5 mil militares do estado precisavam comprar com o próprio dinheiro a farda para poder trabalhar. G1Ac.

Advertisement
Comentários

Comente aqui

ACRE

Deputado criador do PL sobre fake news participa de live com pré-candidato a prefeito

Redação do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Membros do movimento político RenovaBR, ação apartidária que busca implantar boas práticas no Brasil, o empresário acreano e pré-candidato à Prefeitura de Rio Branco, Jebert Nascimento (Republicanos), e o deputado federal e mestre em Políticas Públicas pela universidade estadunidense Oxford, Felipe Rigoni (PSB-ES), discutem nesta quinta-feira, 9, o cenário econômico e político no Brasil durante e pós-pandemia do novo coronavírus. O debate será feito por live nas redes sociais do empreendedor.

A ideia é analisar as consequências da crise sanitária e de saúde, além das suas consequências na economia brasileira, principalmente na vida das pessoas com maior vulnerabilidade social. Os membros do RenovaBR também vão projetar o comportamento do campo político a partir das novas perspectivas trazidas pela pandemia, o objetivo é traçar linhas estratégicas que amenizem os efeitos negativos da crise aos municípios.

A live iniciará às 17h no Acre, 19h em Brasília, e terá participação direta do público com dúvidas, sugestões e perguntas. De acordo com Jebert, a presença das pessoas no debate virtual servirá para aproximar a realidade do contexto da população acreana e capixaba, fazendo com que a discussão seja mais próxima da vivência dessas pessoas e, consequentemente, mais produtiva para ambos. O pré-candidato se diz animado com a atividade ao lado do colega.

“Dentro do tema ‘O cenário político e econômico durante e pós-pandemia’, vamos abordar as iniciativas tomadas na Câmara dos Deputados para geração de emprego às pessoas, principalmente as mais pobres, o atual cenário político, analisar o papel do RenovaBR nisso, auxílios concedidos pelo governo federal, investimentos públicos para diminuir a crise, novas formas de gestão públicas e diversos outros temas. Estou com boas expectativas”, diz o empresário.

PL sobre fake news

Com grande notoriedade no cenário político e midiático nacional, o Projeto de Lei das Fake News (PL 2.630/20), que tramita no Congresso Nacional, é de autoria do senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) e dos deputados Felipe Rigoni (PSB-ES) e Tabata Amaral (PDT-SP). A proposta consiste na adoção de medidas que dificultem a criação de contas falsas (robôs), aborda a fiscalização das empresas responsáveis por redes sociais e prevê a criminalização de autores de crimes contra a honra nas plataformas digitais.

Assessoria

 

Continue lendo

ACRE

Dia C: Sicoob Acre entrega mais de dois mil kits em comunidades carentes da capital e interior do Estado

Assessoria, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Apesar da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) no estado, a Cooperativa de Créditos e Investimentos do Acre (Sicoob Acre) participou neste sábado, 4, do Dia de Cooperar, ou Dia C, atividade desenvolvida pela Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB). Direcionada em ações de combate à doença neste período, a instituição financeira entregou de forma gratuita mais de dois mil kits de higiene e proteção, com máscaras e álcool em comunidades carentes da capital e interior.

Celebrada sempre no segundo sábado de julho, a data este ano tem como tema “Atitude simples movem o mundo” realizada nos 26 estados brasileiros, além do Distrito Federal. No estado, a ação do Sicoob Acre atendeu diversos bairros de Rio Branco, Acrelândia, Brasileia e Cruzeiro do Sul. Para evitar aglomerações, as entregas foram feitas pelos próprios colaboradores da entidade de forma individual nos bairros em que eles moram e os próximos.

O Dia C é marcado por diversas ações focadas na responsabilidade social em áreas da saúde, educação, lazer e meio ambiente promovidas pelos sete ramos de cooperativismo atuantes no país, incluindo o cooperativismo de crédito. A ideia é transformar a realidade social de milhares de comunidades por meio da prestação de serviços. Neste ano, as iniciativas já praticadas pelo Sicoob Acre foram ligadas ao novo coronavírus com estímulo a continuidade delas mesmo após o evento.

Presidente do Sicoob Acre, José Generoso explica que duas etapas foram desenvolvidas. “Cooperação Vem à Casa” e “Pilares e Atuação com o Compromisso Social” reuniram todas as cooperativas do estado para desenvolver iniciativas como arrecadações de alimentos e doações financeiras para atender pessoas carentes, além de ajudar instituições do ramo que tenham sido afetadas e correm risco de extintas com direcionamento para os colaboradores e seus familiares.

“O maior compromisso do Sicoob Acre não é o lucro, mas sim ofertar um retorno social positivo e concreto nas comunidades onde estamos inseridos. Neste ano, distribuímos kits de proteção com álcool em gel e máscaras. Também ofertamos orientações de como prevenir a doença em casa e outros ambientes. Abraçamos a causa do Dia C desde a primeira edição como forma de contribuir com a população, isso me deixa muito realizado e feliz”, relata Generoso.

Continue lendo

TOP MAIS LIDAS

Grupos de notícias