NOSSAS REDES

ACRE

Iapen diz que remédios vencidos, aprendidos pelo MP, voltaram dos pavilhões e não eram reutilizados

Acjornal, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Na nota abaixo, o diretor do Iapen esclarece que a medicação aprendida pelo MP na Unidade Básica de Saúde do Presídio Francisco D ´Oliveira Conde não estava sendo administrada aos presos. Segundo a nota, os comprimidos haviam sido distribuídos aos pacientes na data de validade correta, mas não foram usados e acabaram sendo recolhidos dos pavilhões. Foram aprendidos mais de 41 mil comprimidos, além de material médico hospitalar (veja AQUI)

Nota de esclarecimento

O Governo do Estado do Acre por meio do Instituto de Administração Penitenciária (Iapen), diante da recente apreensão de medicação com prazo de validade vencido no Complexo Penitenciário de Rio Branco, vem a público esclarecer que:
1. O Complexo Penitenciário de Rio Branco conta com uma Unidade Básica de Saúde (UBS), responsável por realizar consultas, acompanhamentos em saúde e dispensação de medicação sob prescrição médica. Tais medicamentos são dispensados na Farmácia da Unidade.
2. Os medicamentos apreendidos se encontravam acondicionados no Almoxarifado da UBS, local apropriado para o armazenamento de produtos vencidos. A equipe de saúde aguardava o momento oportuno para a realização das tratativas para o descarte, uma vez que existe um protocolo específico para esse tipo de situação.
3. Não foram encontrados medicamentos vencidos na farmácia de dispensação, tampouco na sala de procedimentos, locais onde os pacientes recebem a medicação ou são medicados pela equipe de saúde.
4. É importante destacar que boa parte dos medicamentos apreendidos foram advindos dos próprios pavilhões. Estes, foram dispensados com validade boa, porém não foram utilizados pelos pacientes e, desta forma, foram recolhidos ao almoxarifado.
Rio Branco – Acre, 17 de setembro de 2019.
Lucas Gomes
Presidente do Iapen

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS VISUALIZADAS

WhatsApp chat