NOSSAS REDES

CRIME

Júri condena homem que matou colono a pauladas em ramal de Epitaciolândia

O Alto Acre, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

O tribunal do Júri realizou na manhã desta terça-feira, dia 14, o julgamento do acusado de ter matado com golpes de madeira no dia 19 de novembro de 2017, o colono Manoel de Figueiredo, de 50 anos, que teve seu corpo localizado no ramal do Prata, zona rural do município de Epitaciolândia.
Cinco meses depois, Cristiano Souza da Silva (23), foi preso na cidade de Xapuri, cidade distante 75km da fronteira. O crime teria sido motivado após ser denunciado pela vítima, que motivou sua prisão na época e após dias, voltou para matar Manoel.

Cristiano também preso por outros delitos na cidade de Xapuri, mas, o crime em Epitaciolândia foi considerado o principal que motivou sua prisão e levado para o presídio, onde esperou seu julgamento.
Por motivo torpe sem defesa da vítima, o Ministério Público foi enfático em pedir a condenação de Cristiano. O mesmo é considerado de alta periculosidade, onde teria cometido vários crimes além do caso de Manoel, brutalmente assassinado a golpes de madeira na cabeça e que teve seu corpo deixado em um ramal.
Cristiano foi reconduzido ao presídio FOC na Capital após saber de sua condenação.
Após a deliberação do Júri, a juíza de Epitaciolândia Joelma Ribeiro, anunciou a sentença contra Cristiano iniciando em 13 anos e 6 meses de reclusão. Com o histórico negativo de antecedentes negativos e três condenações, lhe foi somando mais 7 anos e 9 meses, totalizando 21 anos e 5 meses de reclusão.

CRIME

PM apreende menores que estavam aterrorizando moradores na Boca do Caeté

Senaonline.net, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

A Polícia Militar de Sena Madureira conseguiu retirar de circulação, nesta sexta-feira (20), dois menores de idade que estavam causando o terror aos moradores da comunidade Boca do Caeté. Eles são acusados na prática de pelo menos 03 furtos e assaltos naquela região.

O primeiro menor apreendido tem 17 anos. Policiais receberam uma denúncia que o mesmo estaria transportando drogas para a Boca do Caeté. A guarnição deslocou-se até a conhecida estrada do Tião e conseguiu flagrá-lo com 02 tabletes de maconha.

O outro infrator, de 14 anos, estaria escondendo uma caixa de som que, por sinal, foi objeto de furto. Esse menor foi apreendido juntamente com o material.

A Polícia também constatou que eles teriam participado de uma tentativa de homicídio, assalto a um pastor evangélico e furtos, inclusive na Escola Anjo da guarda, de onde foi surrupiada a merenda dos alunos. “Com a retirada dos dois de circulação, a paz vai voltar a reinar na Boca do Caeté”, comentou o Tenente Fábio Diniz.

Continue lendo

CRIME

Polícia de Xapuri procura suspeitos de participação em assassinato de jovem de 20 anos

O Alto Acre, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Investigadores da Polícia Civil da cidade de Xapuri, distante cerca de 188km da capital do Acre, tomou conhecimento por volta das 21 horas desta sexta-feira, dia 20, do assassinato de um homem no bairro Sibéria.

Homens da Polícia Militar teriam sido os primeiros a chegar no local, na Rua São João do Guarani, onde encontraram o corpo de José Oliveira de Brito, de 20 anos, já sem vida e com uma arma branca (faca) na mão direita. Socorristas do Corpo de Bombeiros foram até o local, mas, nada puderam fazer.

Segundo foi informado pelo investigador chefe, Eurico Feitosa, que está com a equipe em campo, a vítima já seria a terceira com morte trágica na família em menos de cinco anos, da mesma forma.

As primeiras informações arte o momento, já leva a crer que ao menos duas pessoas estão envolvidas no assassinato de José Oliveira, que era conhecido por “Zé da Orlene”. O corpo foi resgatado para o necrotério do hospital da cidade, para em seguida ser levado ao IML na Capital.

Continue lendo

Super Promoções

ACRE.COM.BR ©2017-2019 - Todos os direitos reservados. Diretora Geral: Fernanda da Silva Alfaia

WhatsApp WhatsApp Notícias