NOSSAS REDES

ACRE

Mais duas pessoas são presas por invadir casa e matar homem em Rio Branco

Redação do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Prisões ocorreram na tarde desta quarta (16) no Conjunto Ilson Ribeiro, onde Marcos Vinícius foi assassinado em dezembro do ano passado.

Mais duas pessoas foram presas pela morte do jovem Marcos Vinícius Martins de Lima, assassinado a tiros depois de ter a casa invadida no Conjunto Ilson Ribeiro, em Rio Branco, em dezembro do ano passado. A prisão ocorreu na tarde desta quarta-feira (16), no onde o crime ocorreu.

“Passamos a atuar na região do Ilson Ribeiro tendo em vista os vários homicídios praticados ali. Identificamos que há uma disputa na localidade, e os investigadores passaram a fortalecer a investigação na região, prendemos o autor de um dos crimes praticado em dezembro”, disse o delegado Cristiano Bastos.

Na segunda-feira (14), a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) prendeu Marcos de Souza Nascimento, também suspeito do crime. Os três suspeitos de envolvimento na morte do jovem estavam no local onde ocorreu o crime.

Lima foi atingido por tiros de espingarda e pistola enquanto estava na sala de casa. Um suposto grupo de uma facção criminosa invadiu a casa da vítima e efetuou vários disparos.

O delegado informou que o bairro sofre uma disputa das organizações criminosas pelo domínio das bocas de fumo. A polícia apreendeu as armas que podem ter sido usadas no dia do crime.

“Temos três pessoas, mas estamos apurando a participação de um quarto elemento. A região está passando por constantes incidentes e identificamos que há uma disputa tanto pelo tráfico de drogas como pela organização no local”, destacou.

Presos em boca de fumo

Outras quatro pessoas também foram presas no Conjunto Ilson Ribeiro com drogas e um drone. Segundo a polícia, entre a quadrilha estava um rapaz procurado por homicídio praticado na região.

“O suspeito foi conduzido à delegacia, confessou a participação no crime, os demais estão sendo flagranteados também por conta da arma de fogo, droga e integrarem organização criminosa. Então, estamos desvendando mais um crime praticado no final do ano”, afirmou.

“O suspeito foi conduzido à delegacia, confessou a participação no crime, os demais estão sendo flagranteados também por conta da arma de fogo, droga e integrarem organização criminosa. Então, estamos desvendando mais um crime praticado no final do ano”, afirmou.

Por Aline Nascimento, G1 AC 

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS VISUALIZADAS

WhatsApp chat