NOSSAS REDES

ACRE

Motoristas de aplicativos cancelam corridas para bairros periféricos com medo de assaltos

Ac24horas, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Com a onda de assaltos e arrastões instalada em Rio Branco, os motoristas de aplicativo estão deixando de atender as chamadas de usuários que residem em bairros periféricos. A informação foi repassada por dezenas de leitores que entraram em contato com a reportagem do ac24horas.
Parte dos motoristas consultados confirmam o medo de entrar principalmente nos bairros Calafate, Belo Jardim, Santo Afonso, Rosa Linda, Aroeira, Cabreúva, Mocinha Magalhães e parte da baixada da Sobral, considerado a zonas vermelhas dominadas por facções criminosas.

“Eu evito. Quando aparece chamada desses lugares ou quando o passageiro me diz que o destino são esses locais. Todo dia são registrados assaltos. Levam dinheiro, celulares, relógios e até mesmo nossos carros. Motoristas já foram mortos. Então é melhor evitar. Infelizmente, quem paga é a população”, disse um motorista do aplicativo Uber, que domina mais de 80% do mercado acreano, que preferiu não se identificar.
O ac24horas procurou o Uber para se manifestar sobre o aumento de cancelamentos de viagens nos últimos três meses e especificamente para os bairros citados na reportagem, mas a empresa não forneceu os dados. Por meio de nota, a assessoria de comunicação da Uber disse que não foi possível verificar se as ocorrências mencionadas se deram em viagem com o aplicativo da Uber pois a reportagem não forneceu à empresa qualquer informação sobre os veículos ou os motoristas parceiros que permitissem identificar o caso.
Procurada, a Secretaria de Segurança Pública informou que no início desta semana se reuniu com representantes de aplicativos e definiu duas estratégias de seguranças em parceria com o Centro Integrado de Operações de. Segurança Pública (Ciosp).

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS VISUALIZADAS

WhatsApp chat