NOSSAS REDES

ACRE

No Acre, detento de 51 anos morre após complicações respiratórias e Iapen suspeita de Covid-19

G1AC, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Preso foi diagnosticado com pneumonia, mas apresentou sintomas de Covid-19 e passou por exame que deve comprovar a causa da morte.

Capa: Preso José Raimundo Rodrigues Nunes, de 51 anos, morreu na noite dessa sexta-feira (1º) na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Segundo Distrito — Foto: Google Street View/Reprodução.

O preso José Raimundo Rodrigues Nunes, de 51 anos, morreu na noite dessa sexta-feira (1º) na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Segundo Distrito de Rio Branco. Em nota, o Instituto de Administração Penitenciária do Acre (Iapen-AC) informou que existe a suspeita de Nunes ter sido vítima de contaminação pelo novo coronavírus.

Isso porque a morte ocorreu por complicações respiratórias decorridas de uma pneumonia. O Iapen aguarda o resultado de exames laboratoriais para confirmar se o detento havia ou não contraído a Covid-19.

O último boletim da Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre), divulgado nessa sexta, aponta que o Acre registrou 19 mortes por complicações da Covid-19. A última morte foi a de um idoso de 83 anos no pronto-socorro de Rio Branco. Em apenas um dia, 83 novos testes positivos para a doença foram confirmados e o número saltou de 404 para 487.

O detento era da Unidade Penitenciária de Senador Guiomard, no interior do Acre. De acordo com a nota, ele trabalhava e cumpria pena na Unidade Básica de Saúde do presídio.

Pela parte da manhã desta sexta (1º), Nunes informou a uma técnica em enfermagem que não estava se sentindo bem e estava com tosse, dificuldade para respirar e mal-estar.

O preso José Raimundo Rodrigues Nunes, de 51 anos, morreu na noite dessa sexta-feira (1º) na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Segundo Distrito de Rio Branco. Em nota, o Instituto de Administração Penitenciária do Acre (Iapen-AC) informou que existe a suspeita de Nunes ter sido vítima de contaminação pelo novo coronavírus.

Isso porque a morte ocorreu por complicações respiratórias decorridas de uma pneumonia. O Iapen aguarda o resultado de exames laboratoriais para confirmar se o detento havia ou não contraído a Covid-19.

O último boletim da Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre), divulgado nessa sexta, aponta que o Acre registrou 19 mortes por complicações da Covid-19. A última morte foi a de um idoso de 83 anos no pronto-socorro de Rio Branco. Em apenas um dia, 83 novos testes positivos para a doença foram confirmados e o número saltou de 404 para 487.

O detento era da Unidade Penitenciária de Senador Guiomard, no interior do Acre. De acordo com a nota, ele trabalhava e cumpria pena na Unidade Básica de Saúde do presídio.

Pela parte da manhã desta sexta (1º), Nunes informou a uma técnica em enfermagem que não estava se sentindo bem e estava com tosse, dificuldade para respirar e mal-estar.

Saúde confirma mais três mortes por Covid-19 e número sobe para 22 no Acre.

Casos devem ser publicados no boletim da Sesacre deste sábado (2). Entre as vítimas estão um homem de 41 anos, uma técnica de enfermagem de 56 e um autônomo de 65.

Mais três mortes pela Covid-19 no Acre foram confirmadas, neste sábado (2), pela Secretaria de Saúde do estado (Sesacre). As vítimas são um homem de 41 anos, uma servidora pública de 56 e um autônomo de 65 anos.

Os dados atualizados vão sair no boletim da Sesacre deste sábado (2). A Saúde emitiu uma nota com a confirmação das mortes. Com essas três mortes, sobe para 22 o número de óbitos no estado.

O homem de 41 anos deu entrada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Pronto-Socorro de Rio Branco no dia 23 de abril e morreu na noite de sexta (1º).

A servidora pública do município de Plácido de Castro, no interior do Acre, também morreu na noite de sexta (1º). Jeize Marçal dos Santos, de 56 anos, deu entrada no pronto-socorro da capital no dia 18 de abril.

O prefeito da cidade, Gedeon Barros, lamentou a morte da servidora em uma publicação no seu perfil do Facebook. “É com profundo pesar que recebemos a notícia do falecimento da nossa funcionária Jeize Marçal, um ser humano extraordinário e profissional exemplar. Que Deus conforte os familiares, amigos e admiradores, pois era amada por todos”, publicou.

A Universidade Federal do Acre (Ufac) publicou uma nota de pesar pela morte de Jeize, que era acadêmica do curso de especialização em Saúde Pública. “A Ufac presta suas condolências aos familiares e roga que tenham conforto neste momento de dor”.

Já o autônomo de 65 anos deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) no dia 29 de abril pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e morreu no último dia 30.

A morte do preso José Raimundo Rodrigues Nunes, de 51 anos, está sendo investigada por suspeita de Covid-19. Ele morreu na noite dessa sexta-feira (1º) na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Segundo Distrito de Rio Branco.

Em nota, o Instituto de Administração Penitenciária do Acre (Iapen-AC) informou que aguarda o resultado de exames laboratoriais para confirmar se o detento havia ou não contraído a Covid-19.

Covid-19 no Acre

O Acre tem 487 casos confirmados de Covid-19, segundo último boletim da Sesacre divulgado nessa sexta (1º). Outros 655 exames ainda aguardam o resultado. Foram 83 novos testes positivos para a doença em 24 horas, saltando de 404 para 487.

Do total de casos, 408 são em Rio Branco; 13 em Acrelândia; dois no Bujari; 34 em Plácido de Castro; dois em Porto Acre, quatro em Senador Guiomard,12 em Cruzeiro do Sul, nove em Xapuri, um em Assis Brasil e dois em Mâncio Lima.

O número de óbitos registrados no último boletim era 19. O último caso confirmado tinha sido de um idoso de 83 anos que morreu na noite de quarta (29) no pronto-socorro da capital.

Segundo a Sesacre, ele estava internado desde o dia 21 e era do grupo de risco por ter doença respiratória. O caso já estava entre os casos confirmados no estado anteriormente.

Leia a nota da Saúde:

Subiu para 22 o número de mortos pelo novo coronavírus no Acre. A informação é da Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre). As vítimas são dois homens, F. L. V. L., de 41 anos e J. W. H. N., de 65 anos; e uma mulher, J. M. S., de 56 anos.

O homem de 41 anos e a mulher de 56 estavam internados na UTI Covid do Pronto-Socorro de Rio Branco e faleceram na noite de sexta-feira, 1º. O homem havia dado entrada na UTI, no dia 23 de abril, enquanto que a mullher entrou no dia 18 de abril.

Já o idoso J. W. havia sido internado na UPA do Segundo Distrito e morreu no último dia 30 de abril, tendo, no entanto, o seu exame atestado positivo para a doença somente na manhã deste sábado, 2.

Mais informações logo mais no boletim completo da Sesacre.

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS VISUALIZADAS

WhatsApp chat