NOSSAS REDES

ACRE

Vigilância notifica 4 estabelecimentos por descumprirem decreto que fechou comércio no AC

G1AC, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Três lojas de cosméticos e um mercado de Rio Branco foram notificadas neste sábado (2) por descumprirem as medidas estabelecidas no decreto governamental que suspende as atividades não essenciais no estado por conta da pandemia de Covid-19.

As notificações foram aplicadas pela Vigilância Sanitária de Rio Branco. A gerente do órgão, Deane Fernandes, informou que a equipe esteve nos estabelecimentos após denúncias.

No caso das lojas de cosméticos, que não fazem parte da lista de estabelecimentos comerciais que podem funcionar durante a quarentena, a Vigilância notificou que os locais fossem fechados.

Com relação ao mercado, que fica no bairro Bosque, a denúncia era de que estava descumprindo as medidas de segurança que precisam ser adotadas. Segundo a gerente da Vigilância, foi confirmado que o local não estava organizando as filas para evitar aglomerações.

“As três lojas de cosméticos já fecharam com a nossa equipe ainda lá. Essa é a primeira notificação que esses estabelecimentos recebem. Vale lembrar que, caso haja reincidência, é lavrado o auto de infração e o local pode vir a ser interditado”, disse a gerente.

Foi o que aconteceu com a loja de departamento Havan. Após ser notificada e receber auto de infração, o estabelecimento insistiu em continuar descumprindo o decreto e acabou sendo interditado nessa sexta-feira (1).

Decreto governamental

No Acre, só podem funcionar serviços considerados essenciais como supermercados, unidades de saúde, empresa de fornecimento de água e energia. Os demais estabelecimentos podem funcionar somente com atendimento remoto e entrega por delivery.

No último dia 17 de abril, foi prorrogado por mais 15 dias o decreto governamental que suspende as atividades comerciais não essenciais e o serviço público como medida ao novo coronavírus no Acre.

Com isso, a suspensão é válida até o próximo dia 4 de maio. Para shows, bares e encontros religiosos, a suspensão é até o final de maio. Além do isolamento e distanciamento social, o governo determina também:

  • Uso de máscara nos locais de públicos e privados;
  • Limite de pessoas por estabelecimentos. Apenas uma pessoa de cada família por ir ao supermercado;
  • Proibida a aglomeração de mais se 5 pessoas nos locais públicos;
  • A abertura de bares, cursos, missas, igrejas, teatros, casas noturnas e outros estão suspensas até o dia 30 de maio.
  • Medidas rígidas para evitar filas nas agências bancárias do estado.
  • O decreto permite também que sejam adotadas multas para as pessoas que descumprirem as determinações do poder público.

O governador do estado, Gladson Cameli, deixa claro na publicação que as medidas podem ser antecipadas ou prorrogadas a qualquer momento.

Covid-19 no Acre

O Acre tem 487 casos confirmados de Covid-19, segundo último boletim da Sesacre divulgado nessa sexta (1). Foram 83 novos testes positivos para a doença em 24 horas, saltando de 404 para 487.

O boletim mostra ainda que o estado tem 161 pacientes com alta, considerados curados da doença. Do total que segue em tratamento, 29 estão internados, sendo oito na UTI e 21 em enfermarias e outros 278 pacientes cumprem o isolamento domiciliar.

Dos 487 casos, 408 são em Rio Branco; 13 em Acrelândia; dois no Bujari; 34 em Plácido de Castro; dois em Porto Acre, quatro em Senador Guiomard,12 em Cruzeiro do Sul, nove em Xapuri, um em Assis Brasil e dois em Mâncio Lima.

O número de óbitos registrados no último boletim era 19. Porém, neste sábado (2), a Sesacre confirmou mais três mortes causadas por Covid-19 que ainda devem ser incluídas no boletim diário.

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!
WhatsApp chat