NOSSAS REDES

ACRE

Preço da construção civil no Acre é 3º mais caro do país, aponta IBGE

G1, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Valor do metro quadrado saiu por R$ 1.240,64 durante o mês passado. Dados do Índice Nacional da Construção Civil apontam que o custo da construção civil subiu 34% em março.

O custo da construção civil ficou 0,34% mais alto para os acreanos durante o mês de março, de acordo com Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil (Sinapi). Os números foram divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) na quarta-feira (10).

O estudo mostrou que o valor do metro quadrado no Acre saiu por R$ 1.240,64 no mês passado, sendo considerado o terceiro mais alto do país. O estado fica atrás somente de Santa Catarina, onde o valor do metro quadrado custa R$ 1.268,14 e Rio de Janeiro que custa R$ 1.244,18.

Com o aumento, o estado contabiliza uma variação percentual acumulada que chega a 5,55% nos últimos 12 meses e 0,57% no primeiro trimestre.

Em fevereiro, construir no Acre também tinha ficado mais caro que em janeiro. Segundo o índice, o custo tinha elevado 0,36% mais caro. Naquele mês o preço do metro quadrado estava R$ 1.236,40.

Dados nacionais

O Índice Nacional da Construção Civil aumentou 0,52% em março em todo o país, na comparação com o mês anterior, e ficou acima dos 0,21% em fevereiro. O índice, divulgado pelo IBGE, acumula altas de 1,15% no primeiro trimestre e de 4,86% nos últimos 12 meses.

Com esse crescimento, o custo por metro quadrado do setor no Brasil subiu para R$ 1.126,82, sendo R$ 588,23 relativos aos materiais, com alta de 0,79%, e R$ 538,59 referentes à mão de obra, com aumento de 0,23%.

O Sul do país teve a maior alta entre as grandes regiões, de 0,82%, atingindo R$ 1.172,08 por metro quadrado. O crescimento foi influenciado pelos aumentos nos custos da construção de Paraná e Santa Catarina, puxados pelos materiais, e Rio Grande do Sul, com alta na mão de obra.

Nas demais grandes regiões, os custos do setor aumentaram 0,57% no Sudeste (R$ 1.177,76), 0,49% no Nordeste (R$ 1.045,73), 0,42% no Norte (R$ 1.129,10) e 0,10% no Centro-Oeste (R$ 1.129,42).

ACRE

Vítima de homicídio no Canaã tinha 19 anos; três mortes ocorreram na Capital nesta quarta

Contilnet, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

A vítima de homicídio na tarde desta quarta-feira (17) foi identificada. Trata-se de Railson Mesquita da Silva,de 19 ano. Ele foi morto com 4 tiros na Rua Durval Camilo, no bairro Canaã.
Jovem estava de bicileta quando foi morto
A vitima estava trafegando na sua bicicleta, dois homens numa moto se aproximaram e um dos criminosos puxou uma arma e efetuou vários disparos.
A vitima ainda correu, para tentar fugir dos assassinos mas caiu e foi atingido com tiros na cabeça e no peito.

A dupla na motocicleta fugiu do local, Samu esteve no local e atestou a morte, a Policia Militar isolou a área ate a chegada da perícia criminal. O corpo de Railson foi levado ao Instituto Médico Legal.
Esta é a terceira morte ocorrida nesta quarta, em Rio Branco

Continue lendo

ACRE

Com prisão decretada, falso médico que atendia no AC segue escondido há mais de 4 meses

G1AC, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Há mais de 4 meses escondido para não se entregar à polícia, Manoel Pereira da Silva Júnior, suspeito de exercer de forma ilegal a medicina, teve o pedido de habeas corpus negado pelo Tribunal de Justiça do Acre.

Ele teve a prisão preventiva decretada em fevereiro deste ano por estelionato, em Sena Madureira. Na época, a casa dele foi alvo de busca e apreensão, mas ele conseguiu fugir e se mantém escondido tentando derrubar a decisão da prisão.

De acordo com o processo, o suspeito estava utilizando o nome e registro no Conselho Regional de Medicina (CRM) de outro médico e fazia consultas particulares e também no serviço público. Júnior é formado em medicina na Bolívia, mas não possuía a autorização para atuar como médico.

O advogado Rodrigo de Araújo, que defende o suspeito, diz que ele não tem intenção de se entregar até ter o pedido de liberdade aceito. Araújo destaca ainda que considera a prisão preventiva desnecessária, já que existe a intenção de colaborar.

Um novo pedido de HC, no Superior Tribunal de Justiça (STJ), foi protocolado para suspender o mandado de prisão e garantir que ele responda em liberdade.

“A gente nem está entrando no mérito do que aconteceu. Mas, a pena dele vai ser pequena e, provavelmente, ele vai ficar no regime semiaberto. Então não tem necessidade dessa rigidez de colocar ele preso preventivamente. Além da pena ser pequena [de 6 meses a 2 anos], até hoje não foi aberto processo propriamente dito”, disse.

O advogado disse ainda que Júnior pensa em colaborar com a Justiça, desde que não precise ser preso para que faça isso.

“Suspendida a ordem de prisão, ele no outro dia, imediatamente, vai comparecer à delegacia de Sena Madureira e vamos prestar todos os esclarecimentos necessários”, finaliza.

Continue lendo

Super Promoções

ACRE.COM.BR ©2017-2019 - Todos os direitos reservados. Diretora Geral: Fernanda da Silva Alfaia

WhatsApp OLÁ INTERNAUTA! : )