NOSSAS REDES

ACRE

Primeira noite de “toque de recolher” é marcada por bares e restaurantes fechados

Ac24horas, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Parece que os apelos do governador Gladson Cameli (Progressistas) para evitar aglomerações vem surtindo efeito. A primeira noite do decreto apelidado de “toque de recolher” foi bem tranquila para as equipes da Polícia Militar do Acre (PMAC) que realizaram a fiscalização em diversos bairros de Rio Branco.

O decreto que foi publicado na tarde desta segunda-feira, 25, proíbe das 22h às 6h o ingresso e a permanência de pessoas, em qualquer número, em espaços públicos ou privados que possam causar aglomerações. Isso não se aplica à comercialização em postos de combustíveis, farmácias, serviços de saúde, delivery e drive thru, funerárias, coleta de resíduos e demais ações destinadas ao enfrentamento da Covid-19.

O videomaker do ac24horas, Whidy Melo, acompanhou a ronda da Polícia Militar que passou pelo Centro, Bosque, Floresta, João Eduardo e Sobral que não registrou nenhuma ocorrência. Apenas um trio de jovens foram vistos no SkatePark durante a ronda, porém ao avistarem a polícia decidiram se dispersar do local.

Em entrevista ao ac24horas, o Tenente Randson Oliveira, da Polícia Militar (PMAC), afirmou que a presença da polícia se faz necessária para cumprir o Decreto determinado pelo governador Gladson Cameli.

“Em razão do decreto, estaremos fazendo as fiscalizações desses locais para fazer cumprir a lei, uma vez que as medidas adotadas buscam reduzir o número de vítimas da covid-19. A intenção é não deixar que o sistema de saúde sobrecarreguem”, afirmou.

Após terminar a primeira ronda sem registrar ocorrências de descumprimento do decreto, o Tenente afirmou que as fiscalizações continuarão enquanto o decreto estiver em vigência.

“Foi bastante tranquilo esse primeiro dia. A intenção é que o sentimento continue. A operação vai se estender enquanto o Decreto estiver em vigência. Nos finais de semana, iremos reforçar as equipes e atuar em diversos bairros simultaneamente”, encerrou.

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!
WhatsApp chat