NOSSAS REDES

Feijó

Vereadores de Feijó são recebidos pela Comissão de Direitos Humanos da Aleac

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

A presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputada Eliane Sinhasique (MDB), se reuniu na manhã desta quarta-feira (11), com uma comissão de vereadores de Feijó. Eles vieram à casa legislativa em busca de apoio dos parlamentares para resolver os problemas relacionados ao presídio do município.

O vereador Zé Maria (PSDB) relatou que a unidade prisional de Feijó enfrenta problemas sérios de superlotação. “O quartel de Feijó virou uma penitenciária de uma hora para outra. O lugar é pequeno e os presos ficam num local que não tem estrutura alguma. Além da superlotação, os detentos se encontram em condições precárias, alguns apresentam problemas de saúde com necessidade de remédio controlado”, disse.

A falta de mais defensores públicos na cidade é outro problema grave, de acordo com Zé Maria. “Há muitos processos pendentes para serem analisados. Apenas um defensor público não dá conta de atender a grande demanda. Peço que o Poder Legislativo interceda junto às autoridades competentes para solucionar esses problemas. O quartel da PM onde atualmente funciona o presídio não tem segurança nenhuma. Tem presos perigosos de outros estados lá, o local fica próximo a três escolas, se houver uma rebelião eu nem sei o que pode acontecer com as nossas crianças”, complementou.

O vereador apresentou ainda um abaixo-assinado contendo mais de 70 assinaturas de mães, esposas e parentes dos detentos daquela unidade prisional.

Após ouvir o relato dos vereadores, Eliane Sinhasique garantiu que após o recesso de julho, providenciará uma visita ao presídio de Feijó, juntamente com membros da Comissão de Segurança da Aleac. “Hoje mesmo vou tornar essa reivindicação de vocês pública, falarei dessa situação na tribuna. Também vou me reunir com a Comissão de Segurança desta casa para combinar uma possível vistoria na volta do recesso. Não é algo simples, pois existem as burocracias. Mas nós vamos tentar resolver esse problema junto aos órgãos competentes”, disse a parlamentar. Por Mircléia Magalhães.

Feijó

Bombeiros resgatam duas vítimas de afogamento em Feijó

Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Dois homens foram resgatados pelo Corpo de Bombeiros na tarde dessa quarta-feira, durante uma ocorrência de afogamento no município de Feijó.

Por volta das 16 horas uma guarnição foi acionada e deslocou-se até o local indicado por uma testemunha, a ocorrência foi confirmada. Em uma ação rápida, as duas vítimas identificadas como Antônio Leudes Ponce de Lima de, 35 anos e Auricélio Lima de Oliveira, de 24 anos foram retirados de dentro do rio.

Antônio não apresentava sinais vitais mesmo após os procedimentos padrões de primeiros socorros. Já Aurélio ainda estava consciente e também recebeu os primeiros socorros dos bombeiros.

Os dois homens foram encaminhados ao Hospital Geral de Feijó e entregues aos cuidados do médico plantonista.

AGAZETA.NET

Continue lendo

Feijó

Justiça ordena bloqueio da embarcação “Raimundo Ferreira” que pertenceu à Dr Baba, em razão de dívidas na herança

Avatar

PUBLICADO

em

Embarcação foi comprada pela empresário tarauacaense Gilmar Torres, em abril de 2019. Juiz da Comarca de Feijó determinou a indisponibilidade da embarcação até a apresentação das primeiras declarações nos autos do inventário do ex-médico, Dr. Baba. Segundo o magistrado, a decisão de bloqueio dos bens poderá posteriormente ser revista, de acordo com as circunstâncias apresentadas nos autos do inventário, afirmou o magistrado. 

Segundo um site local, “Ao saber que os herdeiros de Baba colocaram o barco à venda, Gilmar Torres não pensou duas vezes e fechou negócio. Seu objetivo só um: levar atendimento aos ribeirinhos de Tarauacá“. Estou realizando dois sonhos. O primeiro é retornar às minhas origens quando vivi até os 09 anos dentro de um barco. O outro é poder dá continuidade a um trabalho lindo iniciado pelo Dr. Baba, orgulho de Tarauacá, Feijó e do Acre, no ato em que agradeço ao Dyme Aguiar e Alane Aguiar por me proporcionar esta oportunidade. Este barco construído com muito amor por ele vai continuar cumprindo seu objetivo através do meu irmão Dr. Gildomar Torres e meu filho, futuro médico Paulo Passamani Torres, meus sobrinhos amados Aluízio TorresJéssica Torres , Renilson Nery e outros amigos que usam suas profissões para fazer o bem”, disse Gilmar Torres.

“Demonstrando contentamento com a nova aquisição, Gilmar disse que a compra foi um investimento para Tarauacá. Isso porque a embarcação vai atender os menos favorecidos e esquecidos, muitas vezes, pelo poder público“, afirmou o site

Gilmar 03

Segundo os autos do processos, trata-se de TUTELA CAUTELAR EM CARÁTER ANTECEDENTE ajuizada por uma Cooperativa de Crédito  em face do espólio do ex-médico Rosaldo Firmo de Aguiar França, com o fim de que seja determinado o bloqueio dos valores consignados nos autos, bem como a indisponibilidade dos bens em nome do de cujus Rosaldo firmo de Aguiar França até a efetiva abertura do processo de inventário pelos herdeiros. 

No processo, aduz a parte autora que é credor do falecido. Afirmou ainda, que após o falecimento de Rosaldo, seus herdeiros estariam dilapidando o seu patrimônio (vendendo os imóveis sem a abertura de inventário, bem como requerendo saque de valores deixados em conta bancária). Em virtude disso, requer a liminar de arresto para que seja determinado o bloqueio dos bens e valores em nome do falecido Rosaldo Firma de Aguiar França, até a conclusão do processo de inventário..

O magistrado Marcos Rafael Maciel de Souza determinou que “Assim, com fulcro no art. 300 e 301, ambos do CPC, DEFIRO a tutela cautelar de arresto nos rosto dos autos do processo, bem como sobre os bens em nome do de cujus Rosaldo Firmo de Aguiar França, devendo a Secretaria adotar os procedimentos necessários para efetivação da medida. Fica determinada a indisponibilidade dos bens, por ora, até a apresentação das primeiras declarações nos autos do inventário, onde posteriormente poderá ser revista a medida de arresto aqui deferida, de acordo com as circunstâncias apresentadas nos autos do inventário. Oficie-se o Cartório de Registro de Imóveis de Feijó para cumprimento da presente medida“, ordenou o Juiz. 

A Justiça acatou o pedido da parte autora contra os herdeiros. A parte autora do processo, havia requerido na Justiça a indisponibilidade e bloqueio da embarcação “Raimundo Ferreira”, a qual se inclui dentre os bens do espólio de Rosaldo Firmo de Aguiar França, requerendo a expedição de ofício à Agência Fluvial de Boca do Acre (AgBAcre), a fim de que promova o registro de indisponibilidade da embarcação, bem como forneça a documentação da referida embarcação, até nova ordem. 

Continue lendo

Super Promoções

ACRE.COM.BR ©2017-2019 - Todos os direitos reservados. Diretora Geral: Fernanda da Silva Alfaia

WhatsApp WhatsApp Notícias