NOSSAS REDES

ACRE

Acre apresenta recuo de 7,9% nas vendas no mês de dezembro, aponta IBGE

Ac24horas, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

O volume de vendas ampliado, no Acre, recuou -7,9% em dezembro de 2018 quando comparado a novembro do mesmo ano. Os dados são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e, para o superintendente Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Acre (Fecomércio/AC), Deywerson Galvão, os motivos para a falta de transações comerciais se daria pela crise econômica pela qual passa o Estado, associada ao desligamento de grande parte dos comissionados, bem como o parcelamento do 13º salário.

No final de 2018, o quadro de cargos comissionados do governo do Estado do Acre teve de ser enxuto com a mudança de governo. Também, tradicionalmente, esta época do ano demonstra recuo no volume de vendas, concentrando sua atividade na questão da volta às aulas, segmento que se manteve estável ao longo do mês de janeiro. Por conta disso, o comércio teria sentido os reflexos.

Galvão afirma que o não-pagamento do 13º salário contribuiu para a situação. “Não apenas isso, mas a incerteza de quem estava no funcionalismo público e teve de sair pode ter feito às pessoas sentirem medo de gastar desregradamente, de modo que puderam planejar seus orçamentos para o início do ano. Contudo, ao longo de todo o ano de 2018, os resultados do Estado foram positivos, mesmo com as incertezas políticas da época”.

No acumulado no ano desta comparação, o Acre variou positivamente em 8,1%, mantendo a mesma variação nos últimos 12 meses (sétima maior variação do Brasil). A variação no volume de vendas no comércio varejista ampliado, entre novembro e dezembro de 2018, mostrou-se positiva em apenas 4 estados brasileiros: Roraima (0,9%), Paraíba (0,7%), Minas Gerais (0,2%) e Paraná (0,1%). Em relação a dezembro de 2017, a receita nominal de vendas ampliada do Acre cresceu 2,2%, ocupando a vigésima colocação do ranking nacional. De janeiro a dezembro de 2018 e no acumulado de doze meses, o Acre apresentou um crescimento de 8,8%, respectivamente, uma diminuição de 0,8% em relação ao período anterior, mas, ocupando a nona posição nacional.

Comentários

Comente aqui

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!
WhatsApp chat