NOSSAS REDES

ACRE

Alunos do 3º ano começam a fazer exame de certificação de ensino médio no Acre

Ac24horas, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Em razão da pandemia que paralisou as aulas presenciais e para não prejudicar os alunos do último ano do ensino médio que estão se preparando para o Enem, a Secretaria de Educação deu início nesta terça-feira, 6, aos exames de certificação de ensino médio.

A iniciativa é para que os alunos que atendam todos os critérios, como ter 18 anos, e que obtenham nota mínima em todas as avaliações terão suas certificações do ensino médio expedido pela escola e estarão aptos a participarem do ENEM em janeiro de 2021.

A ideia é que até novembro, todos os alunos do 3º ano tenham concluído o ensino médio. Além dos concludentes do ensino médio, a medida também se aplica aos estudantes do EJA III módulo IV.g

Para os estudantes do ensino médio, as provas, que acontecem nas referidas escolas com a adoção de todas as medidas de isolamento e higiene acontecem até a quinta-feira, dia 8. Já paras os alunos do EJA, as provas serão de 19 a 23 de outubro, as 18 às 22 horas.

Demais estudantes só ano que vem

O ano letivo no Acre só termina no ano que vem. Até novembro, a educação deve fechar o terceiro bimestre do ano letivo de forma remota, como vem acontecendo.
“É importante frisar que ano letivo está em andamento. Estamos com as aulas pela televisão, pela rádio, com material impresso. Se algum estudante não está participando das atividades, os pais devem procurar a escola”, afirma Denise Santos, diretora de ensino da Secretaria de Educação, Cultura e Esportes (SEE).

A expectativa é que após o fechamento do 3º bimestre aconteça uma paralisação das atividades e só retorne em março ou abril, de forma presencial.

A estimativa para esses meses é que há uma decisão do conselho que envolve a situação da educação na pandemia de que as aulas presenciais só devem retornar depois que uma vacina já esteja sendo usada para imunizar as pessoas contra o novo coronavírus.

Dependendo da situação da pandemia no ano que vem é que vai se decidir se o retorno é com parte dos alunos, de forma alternada entre os estudantes nas turmas, ou se já vai ser possível aglomerar todos os estudantes em sala de aula.

“Isso é apenas uma previsão. Só iremos retornar quando tivermos autorização dos órgãos que são responsáveis pelo comitê da Covid-19, já que a saúde dos nossos alunos é o mais importante”, afirma Denise.

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!
WhatsApp chat