NOSSAS REDES

ACRE

Arena da Floresta volta a ser pintada com as cores originais ao custo de quase R$ 600 mil

PUBLICADO

em

As tentativas de mudanças de nomes e erros históricos em prédios públicos têm custado caro ao bolso do consumidor acreano. Primeiro foi a caixa d’água, localizada no bairro 6 de Agosto. Após sofrer críticas por ter sido pintada de azul e ser identificada com o erro histórico de que o local teria sido palco de combates durante a Revolução Acreana, o governo decidiu voltar com a pintura original, que é o metálico. Todo o custo teria sido superior a R$ 150 mil. O governador, inclusive, disse ao ac24horas que aguardava um parecer jurídico para devolver o valor gasto na pintura.

Agora, é a vez do estádio Arena da Floresta voltar às suas cores originais. Depois de mudar, em 2019, o nome para Arena Acreana e fazer uma nova pintura com as cores azul, branco, verde e amarelo, o governo decidiu este ano que o estádio volta a se chamar Arena da Floresta. A praça esportiva foi inaugurada em dezembro de 2006, no último da gestão do ex-governador Jorge Viana.

ac24horas procurou o governo do estado sobre os valores da nova pintura. O Palácio Rio Branco informou que o valor estimado para o serviço de pintura e manutenção está estimado em quase R$ 600 mil (R$ 597.860,00).

Perguntado sobre o valor em separado da pintura e quais os serviços de manutenção que serão feitos, a reportagem foi informada que não existe essa informação discriminada no momento. “Nós pedimos vários serviços de manutenção que são necessários neste momento, mas ainda não fomos informados do que vai ser possível ser feito com esse recurso”, afirmou Júnior Santiago, coordenador de esportes do Acre.

Alguns problemas apontados por quem frequenta o estádio não devem ser solucionados agora, já que o recurso liberado não deve cobrir com essas despesas. Os elevadores estão há mais de três anos sem funcionar, o que inviabiliza o trabalho de um profissional da imprensa, cadeirante ou a presença de um torcedor na mesma situação quando a torcida for autorizada a voltar aos estádios. Há também diversas infiltrações na estrutura do estádio, falta de cadeiras em parte das arquibancadas e diversas lâmpadas queimadas nas torres de iluminação.

Junte-se a 42.974 outros assinantes

MAIS LIDAS