NOSSAS REDES

ACRE

Autor de assassinato contra peão de fazenda na comunidade Recife, rio Iaco, se apresenta à polícia de Sena

Senaonline.net, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Se apresentou na tarde desta sexta-feira (22) na delegacia de Polícia Civil de Sena Madureira,

Se apresentou na tarde desta sexta-feira (22) na delegacia de Polícia Civil de Sena Madureira, o autor daquele homicídio na região da comunidade Recife, rio Iaco, no dia 11 de fevereiro deste ano.

Segundo a polícia, João Antônio César Filho, de 52 anos, compareceu espontaneamente e confessou o crime. No entanto, já havia um mandado de prisão judicial em seu desfavor e o mesmo foi encaminhado ao presídio Evaristo de Moraes, após prestar depoimento.

A reportagem do programa radar 104, aguarda informações do depoimento do mesmo, para saber sua versão.

Relembrando o caso

Um homem identificado como Ernandes Nunes, de 19 anos (foto), foi morto a tiros, na região Central da comunidade Recife, localizada no alto rio Iaco, zona rural de Sena Madureira, na noite desta segunda-feira (11).

De acordo com relatos de uma tia da vítima, a morte de Ernandes foi motivada por desentendimento com um morador da mesma localidade, que teria se sentido incomodado com o barulho de animais da vítima quando estes passavam em frente a residência do acusado.

De posse de uma arma de fogo, o agressor desferiu um disparo ocasionando a morte de Ernandes, por motivos considerados banais.

O homicídio ocorreu, segundo a polícia civil, por volta das 19h desta segunda-feira, entretanto, somente às 10h da manhã de hoje, (12) foi registrado na delegacia de Sena.

Morreu por engano

Segundo informações de alguns moradores da localidade, Ernandes Nunes pode ter sido morto por engano. A intenção do autor seria atingir um irmão da vítima com que havia discutido anteriormente, no entanto, acabou acertando um tiro de espingarda no peito de Ernandes que passava pelo local naquela noite.

Por Aldejane Pinto.

Sena Online

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!
WhatsApp chat