NOSSAS REDES

Brasileia

Bacharel em direito é preso pela Polícia Civil, e nega acusação de se passar por advogado

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

O Portal Acre.com.br teve acesso com exclusividade aos documentos relativos ao flagrante, inquérito e interrogatório do acusado Leandro Massulini. Os autos nº. 0000911-38.2019.8.01.0003 tramitam perante a Vara Criminal de Brasileia, cidade da região do Alto Acre.

Segundo informações divulgadas pelo site O Alto Acre, Leandro Massulini teria queixas no RS e capital do Acre por estelionato, cujos supostos golpes podem chegar a R$ 30 mil reais.

Entretanto, em interrogatório na sede da Delegacia de Polícia, Leandro Massulini afirmou que “nunca foi preso nem processado, que é pai de três filhos, e que nunca se apresentou como advogado, sendo bacharel em direito“.

Veja o interrogatório:

O Portal Acre.com.br apurou que Leandro Massulini foi detido na tarde desta quinta-feira, dia 25, na cidade de Brasiléia. Segundo informações, após a delegacia receber denúncias que o mesmo vinha se passando por advogado, buscando pessoas idosas visando aposentadoria no INSS.

Segundo foi informado pelo site O Alto Acre, Leandro já teria queixas no estado do Rio Grande do Sul e na Capital do Acre, Rio Branco, onde teria aplicado golpes em comércios e pessoas. Nas cidades de Brasiléia, Epitaciolândia e Assis Brasil, já teria feito vítimas arrecadando valores que podem chegar a R$ 30 mil reais.

Afirmaram algumas pessoas que Leandro Massulini dizia ser advogado e conhecedor dos meios administrativos junto ao INSS e Caixa Econômica, conhecimento com qual operava para ajudar as pessoas a receber dinheiro de pensão e usava documentos dos órgãos para convencer a todos.

Na fronteira, cerca de três pessoas denunciaram prejuízo, segundo o site O Alto Acre, além de uma senhora de aproximadamente 80 anos na cidade de Assis Brasil, após o mesmo se apossar de valores que chegavam a R$ 10 mil reais, sendo que nada era feito junto aos órgãos competentes.

Ainda no golpe, dizia às vítimas que poderia conseguir os retroativos junto ao INSS após conseguir as pensões previdenciárias. Leandro foi indicado por crimes de uso de documentos falsos, exercício ilegal da profissão como advogado e estelionato.

O acusado será apresentado na Comarca de Brasiléia para a audiência de Custódia, nesta sexta-feira, dia 26, onde será definido seu futuro no meio jurídico. Com informações do site O Alto Acre.

Advertisement
Comentários

Comente aqui

ACRE

Juiz de Brasileia condena por furto qualificado dupla que arrombou residência

Gecom TJAC, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Veículo roubado foi levado para Bolívia. O crime ocorreu em março de 2019.

O Juízo da Vara Criminal da Comarca de Brasileia condenou dupla responsável por furto qualificado pelo concurso de pessoas. Um réu teve pena estabelecida em sete anos e seis meses de reclusão em regime inicial fechado e o condutor do carro de apoio do crime recebeu pena de quatro anos e dois meses de reclusão, em regime semiaberto.

De acordo com a sentença, os réus realizaram uma ação premeditada, arrombando o portão de uma residência e subtraindo um carro, uma moto e uma televisão durante a madrugada.

Segundo a investigação, ação criminosa foi demandada por um homem que está recluso na Bolívia. A intenção era roubar uma camionete, mas o dono tinha saído com o veículo, logo foi subtraído o outro carro que estava na garagem.

O veículo foi levado para território boliviano e não foi recuperado. Durante a perseguição policial, a moto foi abandonada duas ruas depois e o condutor do carro de apoio foi preso em flagrante. Havia outras pessoas envolvidas no ato infracional que não foram identificadas.

A confissão dos réus esclareceu que o carro furtado seria utilizado em um assalto ao banco, na qual um caixa eletrônico seria estourado por artefato explosivo e, de fato, três “bananas de dinamite” foram apreendidas com um dos agentes.

Um deles justificou que a finalidade do delito era pagar dívida na facção, porque tinha sido preso anteriormente com uma arma, assim, foi culpado por desmunir e deixar mais frágil a organização criminosa.

Ao arbitrar a dosimetria, o juiz de Direito Clovis Lodi considerou como majorantes da pena o fato de o crime ter sido praticado durante o período de repouso noturno e com rompimento de obstáculo, ou seja, o arrombamento. Os réus poderão apelar em liberdade e juntos devem indenizar a vítima em R$ 50 mil.

A decisão foi publicada na edição n° 6.513 do Diário da Justiça Eletrônico (fl. 42).

Continue lendo

Brasileia

Em Brasileia, homem invade bar e mata comerciante com tiro na cabeça

G1AC, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Vítima chegou a ser socorrida, mas morreu no Hospital Wildy Viana, em Brasileia. Crime ocorreu nesta sexta-feira (10) e Polícia Civil investiga caso.

Foto: Crime ocorreu nesta sexta-feira (10) em um bar da cidade de Epitaciolândia, no interior do Acre — Foto: Alexandre Lima/Arquivo pessoal. 

Um comerciante de 60 anos foi morto com um tiro na cabeça nesta sexta-feira (10) em um bar na cidade de Epitaciolândia, no interior do Acre. De acordo com a Polícia Civil, um homem invadiu o local e disparou contra o dono com uma escopeta.

O delegado responsável pelo caso, Sérgio Lopes, informou que ainda não está confirmada a motivação do crime e que, portanto, não pode excluir nenhuma hipótese.

“A linha de investigação pode ser tanto um latrocínio, como um homicídio, a gente não tem definido isso ainda. Estamos fazendo diligências com duas equipes na rua no sentido de identificar e prender esse indivíduo”, afirmou o delegado.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência foi acionada e o comerciante ainda chegou a ser levado o Hospital Wildy Viana, em Brasileia, mas não resistiu ao ferimento e morreu na unidade.

O corpo do idoso vai ser levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Rio Branco para os exames cadavéricos e em seguida ser liberado para a família.

Continue lendo

+30 mil seguidores

TOP MAIS LIDAS

Grupos de notícias