NOSSAS REDES

ECONOMIA

Contas do setor público têm rombo de R$ 14,4 bi no semestre

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Estados e municípios evitaram resultado negativo ainda maior.

As contas do setor público (União, Estados e municípios) ficaram no vermelho em R$ 14,4 bilhões no primeiro semestre, divulgou o Banco Central nesta segunda-feira (30).

Apesar de o resultado ser deficitário, o rombo foi o menor em três anos.

O governo central (formado pelo governo federal, Banco Central e Previdência) teve déficit de R$ 28,7 bilhões entre janeiro e junho, o que foi parcialmente compensado pelo resultado positivo dos governos regionais (estados e municípios), que tiveram superávit de R$ 13,2 bilhões no mesmo período. 

As empresas estatais tiveram superavit de R$ 1 bilhão.

Cédulas de Real - Cem reais
Estados e municípios evitaram resultado negativo ainda maior – Rafael Neddermeyer/Fotos Públicas

A meta para o setor público neste ano é de um deficit de R$ 161,3 bilhões. Na avaliação do Tesouro Nacional, o objetivo deve ser cumprido com facilidade.

Em junho, União, Estados, municípios e estatais tiveram um déficit de R$ 13,4 bilhões, o melhor resultado para o mês desde 2016. 

DÍVIDA

A dívida líquida do setor público foi de R$ 3,4 trilhões no mês passado, ou 51,4% do PIB (Produto Interno Bruto).

No ano, houve uma redução de 0,2 ponto percentual na relação dívida/ PIB, consequência, segundo o BC, da desvalorização cambial do período. 

Já a dívida bruta foi de R$ 5,1 trilhões, ou 77,2% do PIB.

ENTENDA

Superávit ou déficit primário é o quanto de despesa ou receita o governo gera, após a quitação de seus gastos, sem considerar os pagamentos com os juros da dívida.

O resultado é divulgado de duas maneiras. A primeira divulgação, pelo Tesouro Nacional, leva em conta a economia ou despesa apenas da União, enquanto a segunda leva em consideração o saldo de todo o setor público (União, Estados, municípios e estatais). Maeli Prado. Folha SP.

Advertisement
Comentários

Comente aqui

ECONOMIA

TIM amplia relacionamento digital

Assessoria, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

A TIM avança na digitalização do negócio e no relacionamento com o consumidor. Segundo balanço do quarto trimestre, divulgado semana passada, os usuários únicos do MEU TIM cresceram 18% na comparação anual, o que impulsionou a queda nas interações no call center em 17% no mesmo período, causado pelo uso do aplicativo.

Aumentaram também a aderência à conta online (com penetração de 66%), as vendas online (+36% no pós-pago e +28% no Controle) e a recarga via app (+55%).

Continue lendo

ACRE

TIM: Inovação na Rede

Assessoria, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Em balanço divulgado nesta quarta-feira (12) pela TIM, a operadora confirmou mais uma vez sua liderança na cobertura 4G em 2019, com 3.477 municípios cobertos, representando 94% da população urbana do país. O tráfego de dados na rede de quarta geração ultrapassa 85%, uma alta de nove pontos percentuais em relação a 2018.

O foco no fortalecimento de infraestrutura foi primordial para o resultado, com 90% do Capex destinado a projetos como expansão de rede de fibra óptica, virtualização de rede e expansão da cobertura NB-IoT, que é fundamental para aplicações de Internet das Coisas e já abrange mais de 3.200 cidades.

Outros destaques do período são os acordos de compartilhamento de infraestrutura focados no 4G, que permitem eficiência operacional para a empresa e expansão da oferta para os usuários.

No Centro-Norte a operadora segue seu plano de expansão com a cobertura de 216 cidades com a tecnologia de quarta geração.

Continue lendo

+30 mil seguidores

TOP MAIS LIDAS

Grupos de notícias