NOSSAS REDES

ACRE

Corpo achado degolado no AC é de adolescente de 15 anos; polícia crê em guerra entre facções

G1AC, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Morador encontrou corpo de adolescente embaixo de árvore quando saía para pescar em igarapé. Vítima foi achada nesse sábado (25) no bairro Calafate.

Capa: Mulher foi achada degolada nesse sábado (25) em Rio Branco — Foto: Reprodução/WhatsApp.

O corpo encontrado degolado embaixo de uma árvore na tarde desse sábado (25) no Conjunto Itatiaia, região do bairro Calafate, em Rio Branco, foi identificado como sendo de uma adolescente de 15 anos.

O Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) informou que um morador do conjunto saiu para pescar em um igarapé quando achou a vítima e acionou a polícia.

Ao G1, o delegado responsável pelo caso, Ricardo Casas, da Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), informou que a adolescente pode ter sido vítima da guerra de facções. Segundo ele, uma equipe da delegacia esteve no local e um relatório mais detalhado deve ser elaborado até segunda-feira (27).

“Ainda não tenho maiores informações. O que se sabe é que essa moça pertencia a uma facção, depois foi para igreja e saiu da igreja e voltou [para a facção]. Além disso, teria se envolvido com pessoas de outra facção também. Realmente dá para dizer, em uma primeira conclusão, que ela pode ter sido vitima dessa guerra de facção mesmo”, afirmou o delegado.

Pelo cenário encontrado, a polícia acredita que a adolescente foi morta entre a noite de sexta-feira (24) e a madrugada de sábado. O corpo foi recolhido pelo Instituto Médico Legal (IML) e levado para exames cadavéricos e em seguida liberado para a família.

Mortes de mulheres

Outras três mulheres foram assassinadas no Acre só no mês de abril. Uma quarta vítima esfaqueada pelo companheiro está entubada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do pronto-socorro da capital acreana.

O primeiro caso foi da servidora pública Sara Araújo de Lima, de 38 anos, no dia 13 de abril, que foi assassinada a tiros quando chegava na Fundação Hospitalar do Acre (Fundhacre). O principal suspeito do crime era o ex-marido de Sara, que foi achado morto horas depois dentro de casa.

Em Tarauacá, Carina Martins da Silva, de 25 anos, foi outra vítima da violência no Acre no último dia 15. Carina foi morta com pelo menos cinco facadas e o principal suspeito também é o ex-companheiro. O homem foi preso quando tentava fugir da cidade de bicicleta.

Na quarta-feira (22), Zuleide Pessoa, de 40 anos, também foi esfaqueada pelo companheiro, no bairro Joafra, em Rio Branco. Ela estava com o filho de 11 anos e a neta de 5 quando foi ferida com quatro o golpes. O suspeito também fugiu.

Na noite de quinta (23), um carro com um corpo carbonizado foi achado no Ramal do Ouro, na Rodovia Transacreana de Rio Branco. O veículo era do marido de Zuleide, mas o corpo encontrado está no IML sem identificação.

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS VISUALIZADAS

WhatsApp chat