NOSSAS REDES

ACRE

Corpo de detento acreano morto em presídio de Cobija foi transladado para Xapuri

Ac24horas, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Josenilton da Silva Sena, de 32 anos, cumpria desde julho de 2018 pena de 30 anos de reclusão por crime de homicídio cometido no país vizinho. Ele foi encontrado morto em uma das celas do presídio de Villa Busch, localizado a cerca de 20 quilômetros de Cobija, capital do departamento de Pando, na fronteira com o Acre.

As autoridades policiais que administram o presídio boliviano informaram que o brasileiro foi achado já sem vida na cela e que ele teria usado uma corda para tirar a própria vida durante a madrugada desta quarta-feira, dia 21. A família do brasileiro não aceita a versão e duvida que ele tenha se suicidado.

ac24horas falou com uma irmã do detento, Deusenir da Silva Sena, que afirmou que o irmão estava bem, trabalhando durante o cumprimento da pena, e que nos momentos em que o visitava ou falava com ele por meio de ligação telefônica, Josenilton não demonstrava ter nenhuma tendência a se matar.

Deusenir também relatou ter enfrentado dificuldades para agilizar a documentação para a liberação do corpo e fazer translado de Cobija para o lado brasileiro, o que ocorreu já no período da noite. Ainda ontem, o corpo seguiu para Xapuri, terra natal da família, onde ocorrerá o sepultamento, na manhã desta quinta-feira, 22.

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!
WhatsApp chat