NOSSAS REDES

ACRE

Desembargadores negam novo julgamento a Juruna e mantém condenação de nove anos

Ac24horas, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

A Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Acre, por unanimidade, negou o pedido da Defesa do vereador de Rio Branco, José Carlos Juruna, para que ele fosse julgado novamente pela justiça do Acre. Os desembargadores Élcio Sabo Mendes, Samoel Evangelista e Pedro Ranzi decidiram que o condenação imposta pela primeira instância de 9 anos e cinco meses de prisão seja validada, sem a necessidade de nova análise do judiciário acreano. O julgamento da apelação do parlamentar ocorreu na manhã desta quinta-feira, 28.

Juruna foi denunciado pelo Ministério Público, entre outras coisas, de receber propina para ajudar em vendas ilegais de lotes do complexo de camelôs da Capital. Ao lado de uma funcionária da prefeitura, , o agora vereador, chegava a cobrar R$ 400 de cada um dos que tinham interesse em comprar pontos comerciais naquela região.

O advogado Valdir Perazzo, responsável pela defesa de Juruna informou ao ac24horas que irá recorrer da decisão d colegiado de magistrados e ressaltou com a prisão não poderá ser decretada enquanto todos os recursos forem interpostos.

REDES SOCIAIS

Área do assinante

Receba publicações exclusivas.

MAIS LIDAS

error: Conteúdo protegido!
WhatsApp chat