NOSSAS REDES

Economia e Negócios

Do tamanho do Acre: Área de cultivo e pastagem cresce o equivalente a um estado do Acre em 11 anos

PUBLICADO

em

Mecanização da lavoura reduz em 1,5 milhão número de empregados em áreas produtivas, diz IBGE.

Na foto de capa, vista aérea de geoglifo em área de pastagem ao longo da rodovia BR-317 no Acre – Lalo de Almeida/Folhapress.

O Brasil aumentou em 16,5 milhões de hectares sua área de plantio e pastagem nos últimos 11 anos, divulgou o IBGE na manhã desta quinta-feira (26).



Os dados constam de relatório preliminar do chamado Censo Agro 2017, que mapeou as características de pouco mais de 5 milhões estabelecimentos agropecuários no país. O relatório final será apresentado em julho do ano que vem.

Os 16,5 milhões de hectares a mais na produção no período são equivalentes a toda a área do estado do Acre.

Segundo o IBGE, os estabelecimentos agropecuários atualmente existentes no país ocupam uma área total de 350 milhões de hectares, um aumento de 5% em relação ao observado em 2006.

Os números apresentados nesta edição podem ser comparáveis em alguns aspectos com os do último Censo Agro, ocorrido em 2006.

Apesar de ter crescido em área, o país teve recuo, na mesma base comparativa, na quantidade de estabelecimentos agropecuários —eram 5,17 milhões em 2006 e passaram a 5,07 milhões em 2017, numa queda de 2% ou 101 mil estabelecimentos.

A informação sugere que os produtores menores têm perdido espaço para os grandes, que têm maiores níveis de mecanização e, devido à escala da produção, conseguem operar a custos mais baixos.

Um dado que confirma isso é o aumento no número de estabelecimentos com 1.000 hectares. Na comparação de 2017 com 2006, houve aumento no volume e na área relativa a esse grupo. Dos 16,5 milhões de hectares de área total adicionada ao setor, 16,3 milhões de hectares eram referentes a estabelecimentos acima de 1.000 hectares.

Os estabelecimentos de 100 a mil hectares reduziram sua participação no período —respondiam por 33,8% da área total em 2006 e passaram a 32% em 2017.

Diferenças regionais

No Nordeste, por exemplo, a área total ocupada pelos estabelecimentos agropecuários recuou em 9,9 milhões de hectares– área equivalente ao estado de Pernambuco.

Segundo o coordenador do Censo Agro 2017, Antônio Carlos Florido, é preciso levar em conta algumas condições regionais.

No período de 11 anos em avaliação, o Nordeste teve secas em cinco deles. “Em casos como esses, de seca severa, os pequenos produtores tendem a encerrar suas atividades, enquanto os maiores produtores têm condição maior de resistir a esses efeitos”, disse Florido.

Estados da região Centro-Oeste tiveram aumento expressivo na área ocupada por estabelecimentos agropecuários. No Mato Grosso, por exemplo, eram 48 milhões de hectares em 2006 e passaram a 54 milhões em 2017, num aumento de 12,5%.

As áreas de cultivo e pastagem respondem por 60,71% do Estado, percentual que é inferior ao do vizinho Mato Grosso do Sul, que tem 81,6% de sua área ocupada por estabelecimentos agropecuários.

De acordo com o IBGE, o aumento de áreas plantadas ou de pastos principalmente no Norte e no Centro-Oeste não significa necessariamente aumento do desmatamento.

“Algumas áreas poderiam estar subutilizadas e foram anexadas à produção”, explica Florido.

As áreas de matas naturais em estabelecimentos agropecuários aumentaram em 11,4% nos últimos 11 anos, mostrou a pesquisa.

Lavouras permanentes como frutas e café tiveram redução de 31,7% na área de cultivo. Já as áreas destinadas a lavouras temporárias, como cana de açúcar e grãos, cresceram em 13,2% na mesma base de comparação.

Trabalho e mecanização

Os empregos no setor produtivo também tiveram queda no período na esteira da mecanização das lavouras. No período de 11 anos, ao menos 1,53 milhão de pessoas deixaram empregos no campo.

Em 2017, havia 15 milhões de trabalhadores em estabelecimentos agropecuários, enquanto em 2006 esse número era de 16,5 milhões de pessoas.

Na outra ponta, aumentou a quantidade de tratores em 50,2% no período (ou 407 mil unidades a mais). Já o número de estabelecimentos que utilizavam tratores, em 2017, aumentou para 733 mil, 200 mil a mais do que em 2006.

“De fato a mecanização reduziu a quantidade de trabalhadores nas produções. Uma colheitadeira de cana, por exemplo, substitui o trabalho de até 100 cortadores”, explica Florido.

Junto com a mecanização houve ainda o aumento da área irrigada nas plantações, que cresceu 52% no período.

Agrotóxicos

Também houve aumento na quantidade de de estabelecimentos que utilizam agrotóxicos. Em 2017, 1,68 milhão de produtores alegaram utilizar algum tipo de agrotóxico —aumento de 20,4% em relação ao observado em 2006.

O IBGE não mediu a quantidade do agrotóxico utilizado ou se ele foi aplicado da forma correta. Segundo Florido, não é possível dizer, apenas com esses dados, que houve aumento na quantidade absoluta de pesticidas na produção.

O que se sabe, contudo, é que há mais acesso à tecnologia no campo do que há 11 anos. O acesso à internet, por exemplo, cresceu 1.790% no período. Em 2017, quase 1,4 milhão de produtores disseram ter acesso à internet nos locais de produção, enquanto em 2006 esse número era de apenas 75 mil.

A mecanização e os ganhos de produtividade levaram o país a registrar aumento, por exemplo, da produção de leite apesar de ter havido queda na quantidade de animais bovinos.

Em 2017, o país tinha 171 milhões de cabeças de gado, numa queda de 2,8% frente ao observado em 2006.

O IBGE explica, no entanto, que a discrepância pode ser explicada, em parte, pelo modelo de coleta adotado mais recentemente. Como o período de nascimento de bezerros começa em agosto e termina em dezembro, a pesquisa captou apenas parte desse movimento, já que a coleta foi feita em setembro, quando nem todos os novilhos tinham nascido ainda.

Apesar da quantidade menor de animais, o país teve um salto na produção de leite de vaca, da ordem de 10 bilhões de litros no últimos 11 anos. Em 2017, o país produziu 30,1 bilhões de litros de leite.

“Isso é explicado basicamente pela melhoria na produtividade. Espécies mais produtivas podem ter assumido o lugar de outras menos produtivas”, afirmou Florido. Lucas Vettorazzo. Folha SP.

BOA SORTE

TOP 10 jogos online no Brasil em 2024 no 1win

PUBLICADO

em

Apostar em esportes e e-sports tornou-se cada vez mais popular, e o 1win oferece uma plataforma abrangente para os entusiastas fazerem suas apostas. Com uma ampla gama de esportes e e-sports para escolher, os apostadores podem desfrutar da emoção de apostar em seus times e jogadores favoritos. Aqui estão os 10 principais jogos esportivos e de e-sports para apostar no 1win.

  1. Futebol

O futebol é o esporte mais popular no Brasil, e o 1win Brasil oferece opções extensivas de apostas em várias ligas e torneios, incluindo a Premier League, La Liga, Serie A e a Série A do Campeonato Brasileiro. Os apostadores podem fazer apostas nos resultados das partidas, gols e performances dos jogadores.



  1. Basquete

As apostas em basquete no 1win bet cobrem as principais ligas como a NBA, EuroLeague e o NBB (Novo Basquete Brasil). A plataforma oferece odds competitivas nos resultados dos jogos, spreads de pontos e estatísticas individuais dos jogadores, proporcionando inúmeras oportunidades para os fãs de basquete ganharem.

  1. Tênis

O tênis é outro favorito entre os apostadores, com o 1win fornecendo opções para apostar nos principais torneios como Wimbledon, US Open e o ATP Tour. Os jogadores podem apostar nos vencedores dos jogos, nos placares dos sets e em vários outros mercados.

  1. Críquete

As apostas em críquete no 1win online incluem partidas internacionais, ligas domésticas como a IPL (Indian Premier League) e outros torneios proeminentes. Os apostadores podem fazer apostas nos resultados das partidas, nos maiores artilheiros e em eventos específicos dentro do jogo, adicionando mais emoção.

  1. Fórmula 1

As corridas de Fórmula 1 são um esporte emocionante para apostar, e o 1win apostas oferece mercados em todos os eventos do Grand Prix ao longo da temporada. Os apostadores podem fazer apostas nos vencedores das corridas, nas posições no pódio e nas voltas mais rápidas, entre outras opções.

  1. Dota 2

Como um dos jogos de e-sports mais populares, o Dota 2 oferece oportunidades de apostas emocionantes no 1win cassino. Grandes torneios como The International e ligas regionais proporcionam numerosos mercados para apostar nos vencedores das partidas, resultados dos mapas e performances dos jogadores.

  1. Counter-Strike

Counter-Strike é um pilar no mundo das apostas em e-sports, e o 1win cobre todos os principais eventos, incluindo a ESL Pro League e os Major Championships. Os apostadores podem fazer apostas nos resultados das partidas, nos resultados dos rounds e em eventos específicos dentro do jogo.

  1. League of Legends (LoL)

O League of Legends é um fenômeno global nos e-sports, e o 1win Brasil oferece apostas no Campeonato Mundial, ligas regionais e vários outros torneios. Os mercados incluem vencedores das partidas, pontuações dos mapas e apostas no primeiro sangue.

  1. Valorant

O Valorant rapidamente ganhou popularidade na cena dos e-sports, e o 1win fornece opções de apostas em grandes eventos como o Valorant Champions Tour. Os apostadores podem fazer apostas nos resultados das partidas, resultados dos rounds e performances dos jogadores.

  1. Overwatch

As apostas em Overwatch no 1win cobrem a Overwatch League e outros grandes torneios. Os apostadores podem desfrutar de uma variedade de mercados, incluindo vencedores das partidas, resultados dos mapas e eventos dentro do jogo, tornando-o um e-sport dinâmico e emocionante para apostar.

Conclusão

O 1win oferece uma gama diversificada de opções de apostas tanto para esportes tradicionais quanto para e-sports, atendendo a um amplo público de entusiastas de apostas. Quer você seja apaixonado por futebol, basquete ou pelos mais recentes títulos de e-sports, o 1win fornece uma plataforma abrangente para fazer suas apostas e desfrutar da emoção de apostar nos seus jogos favoritos. Explore esses 10 principais jogos esportivos e de e-sports no 1win e melhore sua experiência de apostas.

Continue lendo

Economia e Negócios

A presença do “Wealth Express” ressurge mais uma vez no cenário do mercado de ações brasileiro!!!

PUBLICADO

em

De acordo com fontes do jornal financeiro, a equipe liderada pelo Sr. Carlos Oliveira comprou ações da empresa VSTE3 por 13,3 reais em 28 de maio, e finalmente as vendeu por 16,6 reais em 4 de junho. Em apenas uma semana, o lucro individual da equipe atingiu impressionantes 25%!! Fontes informaram que esta oportunidade estava disponível apenas para os membros do clube, excluindo os investidores não membros de colherem os benefícios.

Após uma análise da empresa, foi constatado que ela se concentra principalmente na fabricação ou venda de vestuário e calçados. Fundada em 1982, a empresa foi listada na Bolsa de Valores de São Paulo em 2008. Nos últimos anos, não só demonstrou uma forte capacidade de lucro, mas também uma alta taxa de lucratividade. Eu suponho que esta seja a razão pela qual o Sr. Carlos Oliveira escolheu investir nela. Não podemos deixar de admirar sua habilidade de investimento. Desde o início do ano, os relatórios sobre suas atividades de investimento e os feedbacks recebidos têm sido incontáveis.



Continue lendo

Economia e Negócios

A Luz da Sabedoria no Mundo Criptográfico: Ebdox impulsiona a disseminação do conhecimento criptográfico

PUBLICADO

em

Recentemente, a Ebdox anunciou importantes avanços na sua seção educacional dentro do seu ecossistema. Através da implementação de uma série de medidas eficazes, a Ebdox promoveu com sucesso a disseminação global do conhecimento criptográfico. Essas medidas incluem, mas não se limitam a, oferecer cursos online, realizar seminários e publicar conteúdo educativo, aumentando a compreensão e o reconhecimento dos usuários sobre criptomoedas e tecnologia blockchain.

Um dos grandes avanços da Ebdox nesta área educacional foi o estabelecimento de uma abrangente biblioteca de conhecimento criptográfico, abrangendo uma variedade de temas desde o básico até o avançado, através da educação online. Para otimizar a experiência de aprendizado, a Ebdox combina diversos métodos de ensino, como materiais de estudo visual, tutoriais em vídeo, transmissões ao vivo, proporcionando materiais de aprendizado vívidos e intuitivos. Além disso, por meio de atividades interativas, como simulações de negociação e análises de casos, aprofunda-se a compreensão e aplicação do conhecimento pelos usuários. Essas iniciativas educacionais online já atraíram milhões de participantes, com um tempo de aprendizado acumulado de mais de dez milhões de horas, demonstrando seus resultados significativos e alta satisfação dos usuários.



Além da educação online, a Ebdox também realiza ativamente eventos educacionais presenciais, através de parcerias com comunidades globais, organizando palestras, seminários e cúpulas da indústria, convidando especialistas do setor e profissionais experientes para discutir as últimas tendências de mercado e inovações tecnológicas. Até o momento, a Ebdox já realizou com sucesso mais de 100 eventos presenciais, abrangendo mais de 50 países e regiões, promovendo o intercâmbio e o crescimento da comunidade global de criptografia.

A Ebdox também utiliza diversos canais de comunicação, como redes sociais e suporte online, para fornecer serviços de consultoria em tempo real, garantindo que os usuários tenham acesso aos recursos de aprendizado e suporte necessários a qualquer momento. Esses esforços aumentaram significativamente o nível de conhecimento criptográfico dos investidores, com mais de 95% dos entrevistados afirmando que melhoraram seu próprio nível de conhecimento através da Ebdox, e mais de 80% dos entrevistados acreditando que ganharam uma compreensão mais clara dos investimentos em criptografia após participarem das atividades educacionais da Ebdox.

As iniciativas da Ebdox não só receberam amplo reconhecimento dos investidores, mas também altos elogios da indústria. Os esforços da Ebdox na promoção da disseminação do conhecimento criptográfico são de grande importância para elevar o nível de proteção dos investidores e promover o desenvolvimento saudável do mercado de criptografia.

Company: Ebdox Digital Assets Limited

Contact Person: Giles Hugh

Email: support@ebdox.co

Website:https://www.ebdox.co

City: New York, USA

Continue lendo

MAIS LIDAS