NOSSAS REDES

ACRE

Eletroacre agora é Energisa Acre

Juruá em Tempo, via Acrenoticias.com - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

A partir de 16 de setembro, a Eletroacre passa a se chamar Energisa Acre, um passo importante no processo de consolidação da aquisição feita pelo Grupo Energisa em agosto de 2018. Para este ano, os investimentos previstos somam R$ 228 milhões, que estão sendo aplicados nos 22 municípios acreanos, para melhorar a qualidade da energia entregue à população, ampliar o acesso ao serviço e aproximar a empresa dos clientes.

Presente em todas as regiões do país, a Energisa tem 114 anos de experiência no setor. “Já começamos a investir em tecnologia e infraestrutura para melhorar a distribuição de energia no estado. Temos consciência da importância da energia para o bem-estar das pessoas e para o desenvolvimento regional, e vamos trazer nossa expertise desenvolvida em todos esses anos para cá”, diz o diretor-presidente da Energisa Acre, José Adriano Mendes Silva.

Em 2019, a Energisa Acre inaugurou a subestação de Alto Alegre e ampliou a SE Epitaciolândia, investindo R$ 36 milhões nos dois projetos. A primeira aumentou disponibilidade de energia para as localidades de Rio Branco, Porto Acre, Bujari e Vila do V, enquanto a segunda beneficiou clientes nos municípios de Epitaciolândia, Brasiléia e Xapuri. Até o fim deste ano, os investimentos na construção, modernização e automação de subestações e redes chegará a R$ 72,1 milhões. Além disso, estamos investindo na reforma das agências de atendimento e na implantação do novo site, que será disponibilizado em breve.

Também estão sendo construídas subestações em Manoel Urbano e Assis Brasil que permitirão que esses municípios sejam conectados ao Sistema Interligado Nacional (SIN), deixando de depender dos sistemas isolados.

No programa Luz Para Todos, quase 3,800 mil clientes passarão a ter energia elétrica em casa graças aos investimentos de R$ 46 milhões realizados este ano. Além disso, outros R$ 26 milhões foram aplicados em medidas de combate ao furto de energia. No escopo do programa Tarifa Social mais de 21 mil clientes de baixa renda foram cadastrados em 2019 e agora recebem desconto entre 10% a 65% na conta de luz. Temos ainda o projeto Energisa na Comunidade, que leva até os nossos clientes serviços relevantes como: negociação de débitos, troca de titularidade e cadastro na tarifa social, já foram atendidos, em três edições do projeto, cerca de 2 mil clientes.

Já no projeto Escola de Energia, a companhia está investindo mais de R$ 1 milhão na modernização de unidades do SENAI em Rio Branco e Cruzeiro do Sul e na formação das primeiras turmas de cursos profissionalizantes.

Os projetos de Eficiência Energética, por sua vez, somam cerca de R$ 7,6 milhões em investimentos em parcerias com as prefeituras de Rio Branco e Cruzeiro do Sul, a Universidade Federal do Acre (UFAC) e a Fundação Hospitalar Estadual do Acre e o Hospital da Mulher e da Criança do Juruá. Para esses locais está prevista a substituição de lâmpadas antigas por equipamentos de LED, mais econômicos, e a instalação de placas fotovoltaicas para geração solar. Ambas as medidas garantirão uma economia nas contas de energia.
Sobre a Energisa

Com 114 anos de história, o Grupo Energisa é o 5º maior em distribuição de energia elétrica. Uma das mais antigas empresas de capital aberto do Brasil a companhia controla 11 distribuidoras em Minas Gerais, Paraíba, Rio de Janeiro, Sergipe, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, São Paulo, Paraná, Rondônia e Acre. O Grupo atende a 7,7 milhões de clientes (o que representa uma população atendida de quase 20 milhões de pessoas) em 862 municípios em todas as regiões do Brasil. Com receita líquida anual de R$ 15,8 bilhões (ano 2018), o grupo gera aproximadamente 14 mil empregos somente para colaboradores próprios.
Com a missão de transformar energia em conforto, desenvolvimento e oportunidades de forma sustentável, responsável e ética, a Energisa atua com um portfólio diversificado que engloba distribuição, geração, transmissão, serviços para o setor elétrico (Energisa Soluções), serviços especializados de Call Center (Multi Energisa), comercialização de energia (Energisa Comercializadora) e energias renováveis (Alsol).

A Energisa está no Acre há nove meses e já aprendemos a conhecer as demandas do Estado, estamos trabalhando incansavelmente para melhorar as condições de fornecimento de energia ao Estado, queremos trabalhar muito e contribuir para o desenvolvimento da região, dando a sustentabilidade e a energia de qualidade que a população do Acre tem direito.

Comentários

Comente aqui

ACRE

Detran participa de Programa de Educação de Trânsito nas escolas públicas de Tarauacá

Com objetivo de formar futuros condutores conscientes, a prefeitura de Tarauacá, em parceria com o Departamento Estadual de Trânsito do Acre (Detran/AC), iniciou nesta segunda-feira, 14, o Programa de Educação de Trânsito nas escolas públicas do município.

A cerimônia de abertura foi realizada na Escola Instituto São José e contou com a presença de autoridades do município e gestores do ensino público. As atividades encerram no dia 25 de outubro.

Após a cerimônia de abertura, os alunos participaram da palestra inaugural (Foto: Izaias Queiroz/Detran)

Todas as escolas públicas de Tarauacá serão contempladas. A programação conta com palestras, teatro infantil e uma oficina para multiplicadores de conhecimento, voltada especialmente para professores.

“Os professores já são multiplicadores do conhecimento. Por meio da oficina, pretende-se auxiliá-los para que eles consigam trabalhar a temática de trânsito dentro da sala de aula, contribuindo, assim, para uma cultura de paz nas vias”, afirma a gerente da 1ª Circunscrição Regional de Trânsito (1ª Ciretran) de Cruzeiro do Sul, Taynara Martins.

Os educadores da 1ª Ciretran  serão responsáveis por executarem as atividades educativas, contando com o apoio do Núcleo de Educação de Tarauacá, Secretaria Municipal de Administração, Secretaria Municipal de Educação, 2ª Ciretran de Tarauacá, Gabinete do Vereador Lauro Benigno e gestores das escolas públicas do município.

Por Ana Flavia Soares

(https://www.agencia.ac.gov.br/detran-participa-de-programa-de-educacao-de-transito-nas-escolas-publicas-de-tarauaca/

Continue lendo

Acompanhe em tempo real

Sindmed-AC se reúne com Gladson Cameli para tratar sobre plantões extras e contratos emergenciais

Avatar

PUBLICADO

em

O presidente do Sindicato dos Médicos do Acre (Sindmed-AC), Murilo Batista, a diretora de Assistência do Pronto Socorro de Rio Branco, Michele Melo, e a médica Katia Fernanda, estiveram na manhã desta segunda-feira (14) em uma reunião com o governador Gladson Cameli e equipe para tratar sobre o risco de desassistência nos hospitais, garantia de pagamento de plantões extras e chamada de médicos em caráter emergencial caso os concursados que assinarem contratos não sejam suficientes para garantir o atendimento.

Murilo afirmou que atualmente já está existindo desassistência, haja vista que alguns médicos que terão contratos findados com a Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre) temem realizar os plantões extras e não receberem.

“Houve uma nota, mas os profissionais estão relutantes, pois estarão fora do Estado já em outubro e não acreditam que possam receber por folha suplementar porque nunca viram isso acontecer em governo algum”, diz o sindicalista.

A respeito dos plantões extras, Michele protocolou um documento relatando a falta de médicos que não teriam seus contratos renovados e pediram para sair dos extras.

Para Murilo, a necessidade é imediata e não cabe planos futuros a longo prazo. Ainda sobre os plantões extras, o presidente do Sindicato afirmou que os profissionais, mesmo com a garantia do governo, estão relutantes em cumprir plantões extras.

“Saúde é serviço emergencial, é algo que se trata hoje, não no futuro. Temos coisas emergenciais para resolver e os médicos querem essa garantia de que irão mesmo receber”, diz.

Michele Melo, afirmou que há, atualmente, 40 profissionais com contratos emergenciais e que é preciso a garantia de que, após o fim destes contratos, não haverá falta de médicos.

“Só lá temos 40 médicos com contratos emergenciais, cujos contratos irão acabar. Preciso de garantia de que haverá médicos após o fim do contrato dos emergenciais, que se os concursados não forem em número suficiente que ao menos renovem esses emergenciais”, diz.

O procurador-geral do Estado, João Paulo Setti, afirmou que o governo irá antecipar a chamada dos aprovados até o dia 24, justamente para que não ocorra desassistência.

A grande preocupação da direção do Sindmed-AC é que há uma disparidade entre os 212 médicos que terão seus contratos findados e os que serão chamados, que chegariam a 144.

O governador Gladson Cameli exigiu que sua equipe jurídica e da saúde apresentem solução imediata para o caso.

A secretária de Saúde, Mônica Feres, reiterou o compromisso de pagar os plantões extras e salientou que não haverá descontinuidade na oferta de serviços médicos.

Continue lendo

Super Promoções

ACRE.COM.BR ©2017-2019 - Todos os direitos reservados. Diretora Geral: Fernanda da Silva Alfaia

WhatsApp Fale conosco